Calçamento: vereador pede estudo sobre concessão de areia do Rio São Sepé

Os problemas no calçamento de São Sepé foram pauta da sessão da Câmara, na última terça-feira (3). O vereador Janir Machado (PP) encaminhou um pedido de providências à prefeitura municipal solicitando estudos sobre a possibilidade legal de auxiliar os calceteiros com areia extraída da área licenciada do município no Rio São Sepé. O parlamentar acredita que o problema da irregularidade do calçamento é causado pelo tipo de areia usada na recolocação do calçamento, quando são feitas obras de implantação e manutenção de rede por empresas terceirizadas pela Corsan, ou por empresas privadas.

Segundo ele, poderia ocorrer a troca da areia do rio pela areia utilizada pelas empresas. Desta forma, o município utilizaria a areia mais fina cedida na permuta em suas obras e construções. Hoje o município precisa comprar este tipo de areia. "Com a areia fina que estão colocando não tem condições de fazer o calçamento. O famoso 'areião' que extraímos do Rio São Sepé, não dá esse problema de baixar o calçamento", defende.

Janir, que já foi secretário de Obras, informou o plenário que o município possui uma área licenciada para retirar areia do rio, que vai da ponte do Morcego até a ponte da saída geral do Terceiro Distrito. O estudo, de acordo com ele, possibilitaria que fosse criada uma lei autorizando a troca da areia para que seja usada não só pela prefeitura, mas também pela Corsan e ainda por outras empresas privadas que fazem a instalação de novas redes, como as responsáveis pela construção de novos loteamentos no município.

Adicionar Comentário

Você pode adicionar um comentário preenchendo o formulário a seguir. Campo de texto simples. Endereços web e e-mail são transformados em links clicáveis.