Solenidade na Câmara destacou cinco personalidades sepeenses no Dia da Mulher

Paula. Lúcia. Catarina. Valdirene. Terezinha. Cada uma com sua singularidade mas em comum histórias de vida. A emoção que elas tiveram na noite de quinta-feira, 8, foi sentida pelos familiares e amigos que acompanharam a entrega das homenagens de Mulher Destaque 2018, no plenário da Câmara de Vereadores.

Indicadas pelas comissões permanentes, elas receberam das mãos dos vereadores um diploma e um buquê de rosas, uma homenagem simples perto do tanto que estas mulheres representam para a comunidade.

Catarina de Fátima Castro Leite foi a primeira a ser chamada. Funcionária do Fórum de São Sepé há 30 anos, ela que é serviços gerais, agradeceu emocionada a lembrança. Em poucas palavras ela resumiu o que estava sentindo. "Fico feliz por essa homenagem, muito obrigada", afirmou. O vereador Renato Rosso destacou o trabalho da homenageada. "Conheço a Catarina desde que ingressei na polícia, sempre muito alegre com todos, servidora que há muitos anos atende as pessoas sempre da mesma forma, com muita simplicidade e alegria, filha de uma família muito querida", disse o vereador.

Em seguida, foi a vez da secretária de Educação de São Sepé, Paula Machado, receber o diploma. Com um extenso currículo profissional, Paula iniciou suas atividades em 1986 na Escola São Matheus, localizada no Tupanci. De lá pra cá foram inúmeros cargos ocupados na área educacional do município, até chegar ao posto de secretária, função que desempenha desde 2005. Além disso, Paula também possui Especialização e Mestrado na área de Pedagogia, Pscicopedagogia e Profissional em Educação. "Nós temos a força para enfrentar os desafios que estão nas nossas caminhadas, agradeço aos professores, meus colegas de trabalho, essa homenagem não é só minha, é todos vocês", agradeceu emocionada. O presidente da Câmara, Janir Machado, destacou o trabalho de Paula frente a secretaria municipal. "Uma professora com uma turma de alunos já encontra dificuldades, mas imaginem uma secretária durante todo esse tempo cuidando da educação da nossa cidade, é um orgulho para nós essa homenagem", afirmou o vereador.

Depois a vez de Terezinha Silveira dos Santos emocionar o público com seu discurso de fé e alegria. Aos 81 anos, a aposentada cativou com seu jeito alegre ao agradecer a homenagem recebida em plenário. Lembrou dos anos que morava com a família, da ajuda que recebeu das pessoas e do amor que espalhou em vida. Terezinha tem em seu currículo uma série de atividades voltada para a comunidade, principalmente nos Bairros Lili e Londero. É também integrante da Paróquia Nossa Senhora das Mercês, como ministra e catequista. "Tive muita dificuldade na minha vida, eu e meus irmãos ficamos trabalhando em troca de comidas e roupas, sempre tive muita confiança em Deus, e desta forma a gente aprende a amar as pessoas", disse ela. A vereadora Zilca Camargo, presidente da Comissão de Saúde e Assistência Social, falou sobre a homenageada. "O seu jeito simples e humilde é a marca registrada de Terezinha, uma pessoa que trabalha pelas outras com muita fé e perseverança", destacou Zilca.

A produtora rural Lúcia Bolzan Reck foi homenageada pela Comissão de Agricultura e Pecuária. Bancária por 20 anos, deixou a profissão e descobriu no campo a oportunidade de seguir aprendendo. Dedicou-se a criação de animais e hoje administra uma criação de gado de leite no Terceiro Distrito. "Agradeço a indicação e dedico a todas as trabalhadoras rurais que enfrentam tantas adversidades para se manter no campo e tirar dele o seu sustento", lembrou a homenageada. O vereador Tavinho Gazen destacou a forma como Lúcia se tornou uma produtora no ramo do leite. "Ela fez um caminho inverso, saiu da cidade e foi para o campo, são pessoas de visão com inteligência suficiente que fortalecem o agronegócio que sustenta nosso município", afirmou Tavinho.

Mas a solenidade ainda reservava uma surpresa especial. Valdirene Machado da Rosa, indicada pela Comissão de Segurança Pública, é agente penitenciária em São Sepé. Assumiu o cargo em 2010 em Porto Alegre, sendo transferida logo depois para Santa Maria. O sonho de retornar ao município foi em 2014. Ao agradecer a homenagem, Valdirene arrancou aplausos dos presentes contando uma novidade. "Quero anunciar a todos que estou assumindo como diretora prisional do Presídio Estadual de São Sepé", revelou ela. O vereador Gilvane Moreira, que já havia mencionado em seu discurso essa mudança, falou sobre o trabalho de Valdirene. "Trabalhar numa casa prisional muitos podem achar que é um serviço para homens, mas você mostra que está lá desempenhando um bom trabalho porque faz o que gosta", destacou Gilvane.

Os discursos ainda tiveram a presença da promotora de Justiça, Bárbara Pinto e Silva, que falou sobre os números da violência contra a mulher em São Sepé. "Não gostaria de mencionar esses dados, mas infelizmente precisamos falar sobre isso, nosso município tem muitos casos de agressão física e psicológica, é preciso haver o respeito para que esses números mudem", disse ela. O prefeito Leocarlos Girardelo destacou a força da mulher sepeense. "Temos aqui cinco representantes das mulheres do nosso município, todas elas dignas de serem homenageadas", finalizou.  

Adicionar Comentário

Você pode adicionar um comentário preenchendo o formulário a seguir. Campo de texto simples. Endereços web e e-mail são transformados em links clicáveis.