Notícias

Notícias da Assessoria de Imprensa da Câmara de Vereadores

Vereadores destacam a aquisição da nova área industrial do município

 

O anúncio da aquisição de um espaço que deve sediar o novo Distrito Industrial de São Sepé foi bem recebido pelos vereadores. Um ato simbólico no local onde vai ser a nova área, às margens da ERS-149, ao lado da Usina Termelétrica, na tarde de terça-feira, 31, reuniu a comunidade e lideranças políticas.

Para o vereador Paulo Nunes (PSB), o momento representa um avanço político para o município. "Aceitamos o desafio ao longo dos anos, abrindo mão de políticas sociais, para termos uma visão de futuro para São Sepé, o distrito industrial representa hoje um grande avanço, é uma aposta visionária da gestão do prefeito Léo que busca trazer investimentos para atrair empresas de fora e tratar bem as que estão aqui", destacou o vereador.

Já o líder do governo, Eto Vargas (PP) defendeu a valorização da região onde será instalada a nova área. "Um local muito bem pensado pelo município, já está pago, valorizando a usina que irá gerar empregos e renda para nossa cidade", disse o vereador. Da mesma forma, a vereadora Zilca Camargo (PDT), apoiou o novo projeto. "A compra da área industrial é uma decisão tomada para o bem da nossa comunidade", disse ela. O vereador Tavinho Gazen (PDT) lembrou a aquisição do primeiro parque industrial de São Sepé. "Foi comprado em 1978 por José Maria Picada e atendeu durante muitos anos a nossa cidade muitas empresas se instalaram ali e cresceram, agora temos essa feliz iniciativa do prefeito Léo com a nova área", destacou o vereador.

 

 

 

 

Câmara aprova lei que permite doação de cascalho aos produtores rurais

 

Por nove votos a um, os vereadores aprovaram o projeto de lei 028/2018 que autoriza a prefeitura de São Sepé, através da secretaria de Obras, a disponibilizar cascalho aos produtores rurais. O presidente Janir Machado (PP) ressaltou a luta em defesa da aprovação, visando dar mais qualidade ao trabalho que é prestado pela secretaria no atendimento aos moradores do interior do município, principalmente. Foi ele quem apresentou o projeto no ano passado."Agradeço aos colegas vereadores pela forma como discutimos os projetos, para que as pessoas saibam como cada um pensa na hora de conduzir os trabalhos", afirmou Janir. O projeto foi aprovado com a inclusão de uma emenda proposta pelo vereador Tavinho Gazen (PDT) que regulamenta a forma de distribuição do resíduo, "onde fica estabelecido que o benefício de que trata a presente lei, somente será concedido à produtor rural, mediante prévio parecer do Conselho Municipal de Desenvolvimento Rural". Para Tavinho, a emenda busca garantir que apenas os produtores rurais sejam atendidos pela lei.

Atento ao projeto, o vereador Renato Rosso (PP) apresentou uma subemenda que trata sobre os períodos de calamidade pública ou situação de emergência declarada pelo município, onde os produtores não precisam do parecer do conselho para receber o cascalho, devido o regime de urgência. O presidente Janir também manifestou apoio a subemenda, uma vez que em casos urgentes o parecer do conselho pode demorar mais que o tempo necessário para a colocação do resíduo nas estradas.

Na exposição de motivos do projeto enviado pelo Executivo, mostra que a finalidade é firmar uma parceria com os agricultores para a utilização do cascalho para recuperar as estradas como forma de apoio e escoamento da produção agrícola e de outros produtos básicos ofertados no meio rural como criação de gado e produção de leite, por exemplo. No projeto também consta que o beneficiário só poderá solicitar nova disponibilização do cascalho seis meses após o último pedido, além da fiscalização da aplicação do  material disponibilizado pelo município, sob pena de ressarcimento de valores equivalentes as cargas e custos operacionais.

Janir destacou que a aprovação do projeto foi um entendimento conjunto dos vereadores em prol da comunidade. " Eu prezo pela agilidade, tu tem que se dedicar para atender as pessoas que tu representa, vale muito salientar o trabalho que todos vem fazendo, é uma forma de trabalhar para as pessoas", afirmou o  presidente.

O vereador Paulo Nunes (PSB), único voto contrário ao projeto defendeu que o parecer enviado pelo IGAM (Instituo Gamma de Assessoria a Órgãos Públicos). "Nós temos uma legislação que vai ser votada agora em agosto para ser aplicada em 2019, é uma geração de conteúdo, a gente acompanha os pareceres do Igam", afirmou o vereador

Escola de Samba e Sociedade Recreativa são homenageadas pela Câmara

A cultura, através da música e da preservação da história de São Sepé, foi lembrada durante uma importante homenagem a duas referências de grande importância para a comunidade: a escola de samba União da Lagoa e a Sociedade Recreativa Visconde do Rio Branco receberam moções legislativas, nas dependências do clube social, na noite de sexta-feira, 10.

A União da Lagoa completou 30 anos de fundação em 2018. Uma das mais antigas escolas de samba do município já participou de diversos carnavais, sendo uma das mais lembradas pela comunidade do samba. A proponente da honraria foi a vereadora Maria Silveira (PP).

O clube Visconde do Rio Branco, que foi reativado recentemente por seu quadro de fundadores e sócios, completou 75 anos de fundação, sendo um dos mais antigos da cidade e importante fator para a preservação da história de São Sepé. O vereador autor da moção foi Paulo Nunes (PSB).

Copa de Atletismo de São Sepé vai acontecer no início de setembro

Copa de Atletismo de São Sepé vai acontecer no início de setembro   

 

Foi definida a data da 1ª Copa São Sepé de Atletismo que irá acontecer no dia 1º de setembro, no complexo do Pamade. A iniciativa é do vereador Renato Rosso (PP) em parceria com a Secretaria de Esportes e Lazer.

Serão realizadas provas de corrida (100 e 400 m rasos) e salto em distância para adolescentes com idades entre 13 e 14 anos na categoria masculino e 11 a 12 anos na categoria masculino. Podem participar estudantes da rede estadual, privada e municipal de ensino.

As inscrições podem ser feitas na secretaria de Esportes, que fica localizada no Ginásio Municipal, até o dia 30 de agosto.

A copa é resultado de uma emenda apresentada ano passado pelo vereador Renato Rosso, no valor de R$ 6 mil, que foi incluída na LDO 2018.

Vereadores voltam a falar sobre o plano de carreira do magistério municipal

 

 

Os professores municipais retornaram a Câmara depois que a falta de energia elétrica interrompeu os trabalhos na sessão ordinária do dia 14 de agosto. Na terça-feira, 21, eles puderam ouvir o posicionamento de alguns vereadores sobre a polêmica do projeto que trata do novo plano de carreira do magistério municipal. O vereador Élcio Teixeira (MDB) destacou o trabalho que é desenvolvido pela categoria que ultrapassa os muros da escola. "O tempo que a professora ocupa na sua casa é maior que o tempo dentro do colégio, é uma dificuldade muito grande e eu não admito que sejam tirados direitos da classe trabalhadora", afirmou o vereador. A vereadora Maria Silveira (PP) acompanhou a fala do colega. " A gente pensa que os professores é a formação, é a base de tudo, eu sou mãe de professora, conheço a luta diária dos professores, o projeto não chegou ainda, não temos conhecimento, mas eu penso que mexer com a vida das pessoas é complicado, meu posicionamento é nenhum direito a menos", destacou ela.

O líder do governo na Câmara, Eto Vargas (PP) reinterou que é preciso buscar um entendimento entre a prefeitura e os professores. "Marcamos uma reunião com o prefeito para que a gente possa tirar dúvidas e também solicitamos que a empresa que fez o projeto venha para esclarecer certos pontos", disse Eto. O presidente do legislativo, Janir Machado (PP) também concorda que é preciso haver um consenso entre as partes. "Deveria ter um entendimento entre o executivo e a categoria, não tem como votar um projeto onde um lado é desfavorecido", ressaltou Janir.

 

Vereador cobra posicionamento do SIMUSS

 

O vereador Renato Rosso (PP) protocolou um requerimento durante a sessão ordinária, cobrando o posicionamento do Sindicato dos Servidores Municipais (SIMUSS) quanto a reforma do plano de carreira dos professores do município e suas implicações. "Nós queremos saber a posição deles com relação ao plano de forma oficial, com relação aos colegas funcionários, porque é muito cômodo ficar em cima do muro e depois apontar o erro dos outros", questionou o vereador.

 

Vereadora Zilca apresenta ao prefeito projetos de conservação da praça e bairros da cidade

 

 

A revitalização da Praça das Mercês foi pauta de uma reunião entre o prefeito Léo Girardelo e a vereadora Zilca Camargo (PDT). Na oportunidade, Zilca apresentou ao prefeito um projeto que cria um grupo de voluntariado para cuidar de um dos cartões postais de nossa cidade. De acordo com a vereadora, a ideia surgiu depois de conversas com comerciantes e moradores, onde foi visto a necessidade de auxiliar a administração municipal para  desenvolver um trabalho de resgate da praça. "É um trabalho paisagístico mas também de conscientização para conservar este bem público comunitário, para que certamente a gente possa voltar a se orgulhar da nossa praça", afirmou Zilca.

A ideia é organizar os voluntários em grupos que representam entidades sociais, lojas do comércio e ONGs, para que adotem um canteiro e façam a manutenção do local "A nossa proposta é auxiliar a prefeitura para atender essa carência, melhorando o visual do local, recuperando os jardins bem como os passeios já que falta até mesmo pedras de basaltos em alguns pontos que em dias de chuva forma-se barro", destacou a vereadora.

Animado com a iniciativa da vereadora, o prefeito se comprometeu a dar apoio ao projeto, encaminhando para as secretarias responsáveis, para que tão logo seja autorizado o início do trabalho voluntário na praça. Zilca afirmou ainda que o grupo da Ação Social será um dos primeiros a trabalhar no local.

 

Meu Bairro, Minha Casa

 

O encontro com o prefeito também serviu para que Zilca abordasse outra iniciativa de conscientização no município. De autoria dela e da vereadora Maria Silveira (PP), o projeto Meu Bairro, Minha Casa ainda não foi apresentado na Câmara, mas já tem sua redação pronta. Trata-se da melhoria dos bairros da cidade, através do trabalho voluntário dos moradores em parceria com a prefeitura. Zilca afirmou que a ideia do projeto existe desde o início de 2017 e que elas buscam apoio do Executivo para apresentação no plenário. No entanto, o prefeito Léo disse na reunião que já tramita um projeto semelhante a este e que até o fim do ano será encaminhado a Câmara para apreciação. A iniciativa das vereadoras será incluída, uma vez que incluem atividades como limpeza dos bens públicos em caráter de mutirão, plantação de hortaliças, coleta de lixo e entulhos, instalação de lixeiras coletivas e parceria com escolas dos bairros. "Estou muito feliz que fui atendida pelo prefeito neste pleito, que atendeu a demanda minha e da vereadora Maria que é para o bem da nossa comunidade e do lugar onde moramos", afirmou Zilca.

 


Câmara envia à prefeitura pedidos de informações sobre lei dos táxis e banco de alimentos

 

Os vereadores aprovaram na sessão ordinária de terça-feira, 21, dois pedidos de informações referentes a matérias que foram votadas e aprovadas pela Câmara, no entanto não estão sendo executadas pela prefeitura de São Sepé. O primeiro pedido apresentado em plenário foi de autoria do vereador Paulo Nunes (PSB), que cobrou esclarecimentos sobre a não aplicação da legislação que trata sobre o transporte individual de passageiros - táxi - no município. A lei foi aprovada em abril deste ano após tramitar durante três anos nas comissões permanentes. "Nosso pedido é só para ter um esclarecimento sobre a não aplicação da lei que foi aprovada nessa casa e algumas fiscalizações não está acontecendo", destacou o vereador.

Tavinho Gazen (PDT) lembrou que a "lei dos táxis" tem a ver com o projeto de mobilidade urbana aprovado pela Câmara e que também não foi executado, segundo o vereador. "É mais uma lei aprovada por essa casa que vai para a gaveta, eu não sei o que estamos fazendo aqui, foram feitas audiências públicas, reuniões, o que está havendo com o poder executivo que não executa lei nenhuma aprovada pela Câmara?", questionou o vereador.

 

Banco de alimentos

 

Na ordem de votações da sessão, o presidente da Câmara Janir Machado (PP) incluiu um pedindo cobrando informações sobre as "razões da não criação do Banco de Alimentos Municipal conforme pedido de providências nº02/2017 de autoria da vereadora Maria Silveira (PP). O vereador explicou que a ausência de um programa para recolhimento de alimentos afeta a vida de muitas pessoas carentes de São Sepé. " As próprias pessoas que pedem socorro na Assistência Social, vem nos pedir alimento aqui, então porque não se cria um banco de alimentos onde nós podíamos ajudar também", afirmou Janir, que lembrou ainda da participação ativa da comunidade quando o assunto é solidariedade. "Tem várias campanhas com apoio da sociedade, tem que implantar o banco para nos socorrer, entendemos que o município passa por uma crise financeira mas não vai onerar em nada", justificou o presidente.

A autora do pedido feito em janeiro de 2017 se disse frustrada por não ter sua demanda atendida pelo poder executivo. "Fui informada que faltava servidores e que não tinha um local adequado para guardar os alimentos e as pessoas me questionam sobre isso, sabemos que somente a prefeitura pode criar o banco", destacou a vereadora, que ressaltou a dificuldades que muitas famílias enfrentam com a falta de comida a consequente ausência do banco que poderia suprir essa carência. "Me sinto frustrada porque todos os dias aparece alguém pedindo alimentos e nós não temos nenhum local para direcionar essas pessoas", lamentou a vereadora.

 

Vereador faz apelo ao governo do Estado para reforçar segurança no município

Os índices de criminalidade em São Sepé em 2018 e o baixo efetivo dos órgãos de segurança pública acenderam o sinal de alerta e motivou o vereador Renato Rosso (PP) a encaminhar um requerimento, aprovado pela Câmara, ao governo do Estado. O documento pede que o Comanda da Brigada Militar informe sobre as condições do efetivo de policiais militares no município e a relação de brigadianos interessados em exercer suas atividades em São Sepé. 

De acordo com o vereador, existe um banco de transferências de policiais que gostariam de vir trabalhar no município. "Tem uma lista de espera de quase 50 nomes, por isso esse requerimento para que possamos levar até o governo em caráter de calamidade pública", afirmou Renato. 

O vereador, que também é policial civil, ressaltou os números da violência em São Sepé. Além disso, ele também falou sobre o trabalho de investigação que já resultou em prisões e elucidação de crimes. Ao todo, já foram feitas mais de 60 prisões no município de janeiro até agora. "Em toda a região policial comandada por Santa Maria, São Sepé ficou em segundo lugar em prisões, agora neste ano, estamos disparado na frente, nenhuma delegacia prendeu mais que nós", disse Renato. "É uma preocupação dos nossos colegas com relação a segurança na nossa cidade", finalizou o vereador, que obteve apoio dos demais parlamentares na aprovação dos requerimentos, que agora serão encaminhados a secretaria de Segurança Pública do Estado para que sejam respondidos.

Vereadores conversam com alunos sobre reivindicações feitas na Câmara

 

 

Os alunos do curso Jovem Aprendiz Rural do Senar/RS receberam a visita de um grupo de vereadores durante a terça-feira, 28. Na oportunidade, eles levaram até a sala de aula o estudo feito sobre as demandas que os alunos entregaram na Câmara, em junho, com relação a diversos pontos elencados por eles, como prioridades no município. A atividade levou o nome de "O São Sepé que eu quero" e destacou reivindicações de melhorias em diversas áreas como saúde, segurança e atenção aos jovens.

Depois de formar uma comissão na Câmara para avaliar os pedidos, os vereadores Tavinho Gazen, Lauro Ouriques, Maria Silveira e Zilca Camargo foram conversar com os alunos para explicar que ações já vem sendo feitas no município e quais precisam ter atenção especial do poder público. Entre elas, a questão dos animais soltos nas ruas foi bastante abordada pelos jovens, que relataram vários casos de cavalos trafegando em vias públicas, praças dos bairros, além do grande número de cães abandonados. Os vereadores também ouviram dos alunos um problema recorrente na cidade: o lixo. Os jovens sugeriram que sejam feitas mais campanhas de conscientização nas escolas para que a ideia da coleta seletiva chegue até os pais através das crianças.

Ao final do encontro, o grupo de alunos foi convidado para participar de uma sessão plenária do estudante, onde cada jovem pode representar um vereador durante uma sessão ordinária especial. 

Câmara aprova pedido que solicita mudanças no trevo de acesso a Termelétrica e melhorias em bairros

 

Os vereadores aprovaram na sessão ordinária de terça-feira, 28, cinco pedidos de providências, uma indicação e um projeto de lei em caráter de urgência urgentíssima. A matéria autorizou ao prefeitura a contratar emergencialmente um médico clínico geral em razão da licença do médico Daniel Vargas, que sofrera um acidente de trânsito no dia 14 de agosto.

A indicação do vereador Tavinho Gazen (PDT) foi para que o DNIT faça urgentes estudos visando a modificação no trevo da BR-392, no acesso a cidade de Formigueiro e Vila Nova do Sul, na localidade da Encruzilhada. "Que seja feito um estudo detalhado, porque agora com a inauguração da usina termelétrica, o trânsito de caminhões vai aumentar e muito naquela região onde já aconteceram mais de dez acidentes fatais", justificou o vereador. O presidente Janir Machado (PP) ressaltou que nesta semana o DNIT esteve reunido na usina para avaliar o trevo de acesso a termelétrica. "O pedido se soma em boa hora já que eles estão na região estudando o trânsito do local", disse Janir.

 

Zilca e Lauro fazem pedidos para os bairros

 

Entre os pedidos de providências aprovados na sessão, três foram de autoria da vereadora Zilca Camargo (PDT). Ela solicitou estudos para a possibilidade de cedência de espaço, principalmente junto a secretaria de Obras, a fim de servir como depósito de materiais de construção doados para a Ação Social. Zilca destaca que este é um pleito do seu mandato, já que é necessário um local adequado para guardar estes materiais que auxiliam pessoas carentes na reforma de suas casas.

A vereadora também incluiu mais dois pedidos: a canalização de esgoto a céu aberto na rua Lucrécio Freitas Faria no bairro Zenari e o nivelamento da rua Ronay Brenner, no bairro Tastch.

Já o vereador Lauro Ouriques cobrou o patrolamento e encascalhamento da rua Agapto da Rosa Fraga, no bairro Pontes e o patrolamento da estrada geral do Terceiro Distrito, que segundo ele há pontos com dificuldade para os motoristas trafegarem.

Os pedidos foram aprovados por unanimidade e encaminhados para as secretarias responsáveis.

 

Gestores do RPPS apresentam situação financeira na tribuna livre

 

A tribuna livre da Câmara foi ocupada na sessão ordinária de terça-feira, 4, pelo comitê gestor do Regime Próprio de Previdência Social do município. Na oportunidade, os servidores públicos Gastão Kielling e Simone Castro apresentaram aos vereadores a atual situação financeira do fundo e outros assuntos ligados ao regime de previdência. Simone falou sobre como é gerido as finanças, as aplicações que são feitas pelo comitê e como é arrecadado  o montante aplicado. De janeiro a julho deste ano, o regime já arrecadou mais de  R$ 1 milhão. Atualmente, o fundo conta com um montante de quase R$ 47 milhões de reais, que são usados para pagar a aposentadorias e pensões dos servidores. "Nós temos gestão própria, não pagamos nenhuma empresa para gerir nossos recursos, pedimos auditoria para saber se estamos no caminho certo, mas somos nós que gerimos o comitê", afirmou Simone. Já Gastão destacou que a crise no país afeta o controle do fundo. "Vivemos uma economia volátil, inflação alta", disse ele. Ao final da apresentação, os servidores responderam dúvidas dos vereadores, já que a Câmara é um dos órgãos de fiscalização do RPPS.

Vereadores pedem providências para conserto de ruas em bairros e estradas do interior

A Câmara aprovou na noite de terça-feira, 4, durante a sessão ordinária, oito pedidos de providências. A vereadora Zilca Camargo (PDT) pediu o nivelamento da rua Elpídio Ávila de Almeida, no bairro Tastch, a cedência de uma sala para o Grupo de Apoio à Pais Especiais (GAPE) junto ao Centro Comunitário do bairro Londero e para que sejam feitos estudos sobre a possibilidade de criação de espaço junto ao Parque Ambiental para a realização de um "acampamento farroupilha" entre outros eventos.

O vereador Renato Rosso (PP) solicitou o patrolamento, a colocação de cascalho e a limpeza de valetas nas ruas do bairro Pontes. Já a vereadora Maria Silveira (PP) fez três pedidos com relação a energia elétrica. Em um deles, Maria protocolou uma indicação ao RGE Sul, pedindo o restabelecimento de energia na propriedade de um aposentado, na localidade do Passo dos Freire, no Cerrito do Ouro, além da substituição de lâmpadas na localidade do Lajeado da Laura, às margens da BR-392 e na rua Lauro Bulcão, no bairro Izolanda.

O vereador Tavinho Gazen (PDT) pediu o patrolamento e nivelamento da rua José Jaime Figueiredo, no Bairro Pontes, próximo ao Mercado Meireles, local que em dias de chuva, a água invade as residências. A mesa diretora da Câmara, representada pelo vereador Janir Machado (PP) solicitou a recuperação da estrada do Passo do Souza.

Requerimento para sessão do estudante

Os vereadores voltaram a aprovar um requerimento que solicita a realização de uma sessão plenária do estudante. O vereador Tavinho Gazen já havia solicitado essa ideia. Só que desta vez um grupo de vereadores composto por Zilca Camargo, Elcio Teixeira, Maria da Silveira, Lauro Ouriques e o Tavinho Gazen, apresentou uma proposta para que a sessão aconteça com os alunos do Programa Jovem Aprendiz Rural, que recentemente estiveram na Câmara levando sugestões e reivindicações da comunidade.

Vereadores destacam tradicionalismo gaúcho na Câmara

Durante o espaço regimental do grande expediente, durante a sessão ordinária de terça-feira, 18, os vereadores falaram sobre a Semana Farroupilha. Tavinho Gazen (PDT) lembrou em seu discurso a importância do movimento farroupilha para o Rio Grande do Sul, que se tornou um momento festivo com bailes, trovas, desfiles. O vereador fez um retrospecto da história da Guerra dos Farrapos, relatando os principais acontecimentos do episódio que não houve vencedores mas, sim, um tratado de paz no estado. "Ao longo do tempo foi se perdendo o sentido maior, a busca da informação, para que todos nós possamos sabermos afinal de contas, o que queriam os farrapos, o que conquistaram quando a paz foi assinada, o que aqueles bravos guerreiros queriam, confesso que sou um estudioso da matéria", destacou Tavinho.

A vereadora Maria Silveira (PP) destacou os festejos gaúchos no município, que teve a realização do acampamento farroupilha, que aconteceu no CTG Ronda Crioula, devido ao decreto de contenção de gastos da prefeitura,  e os bailes do Tio Lautério. "Acompanhamos a entrega da chama crioula as entidades tradicionalistas, participei dos eventos e vimos muitas famílias com seus filhos para dançarem e é bom ver essa cultura, porque é uma forma de tirar os jovens e crianças da marginalidade", afirmou ela

Emocionado, o presidente da Câmara, Janir Machado (PP) falou da experiência de ver sua filha Valentina, de dois anos, receber sua primeira faixa como prendinha do CTG Os Maragatos. "É uma alegria ver nossos jovens pilchados dentro de um CTG, participando, minha filha recebeu a faixa e estamos muito alegres vivenciando esse momento pois também participamos e cultivamos essa tradição", disse Janir. "A semana farroupilha deveria ser mais vezes ao ano, pois dentro das entidades tradicionalistas nossos filhos estão protegidos e bem cuidados, os festejos nos enche de alegria por ver os CTG's lotados", ressaltou o presidente.

 

 

 

 

Vereador Tavinho Gazen entrega ao DNIT pedido para mudanças no trevo da Encruzilhada

O vereador Tavinho Gazen (PDT) protocolou um pedido de indicação na sessão ordinária de terça-feira, 18, solicitando ao DNIT a construção de uma rótula fechada, colocação de redutores de velocidade e lombadas eletrônicas, nos dois sentidos da BR-392, no trevo de acesso à RS-149, na localidade da Encruzilhada.

Na semana passada, o vereador foi até Santa Maria e entregou o pedido no órgão responsável pela manutenção da rodovia, durante uma audiência com o engenheiro chefe do DNIT João Carlos Tonetto. Na ocasião, ele ressaltou a importância da obra no local, pois em breve irá aumentar o fluxo de veículos pesados com a inauguração da usina termelétrica. "É algo extremamente importante, pois já incluímos este pedido no orçamento do ano que vem e pode evitar futuros acidentes naquela região", destacou Tavinho.

O local já registrou diversos acidentes de trânsito nos últimos anos, na grande maioria com vítimas fatais. As mudanças previstas na indicação do vereador buscam dar mais segurança aos motoristas que trafegam pela BR principalmente com o funcionamento da usina, já que o trevo é o ponto de acesso a termelétrica, por onde irão passar caminhões carregados de cascas de arroz. A indicação do vereador foi aprovada por unanimidade no plenário da Câmara.

Projeto de vereadoras incentiva alunos a reciclar o lixo e preservar os bairros

As vereadoras Zilca Camargo (PDT) e Maria Silveira (PP) tiveram um encontro com os alunos da escola Padre Theo, no Bairro Tastch, na manhã de terça-feira, 18. O objetivo foi conscientizar os estudantes sobre a importância da reciclagem do lixo e dos cuidados com as ruas do bairro, para que se mantenham limpas e organizadas.

A ação faz parte do projeto Meu Bairro, Minha Casa, de autoria das vereadoras, que está com a redação pronta, no entanto ainda não foi apresentado em plenário. A iniciativa busca incluir atividades como limpeza dos bens públicos em caráter de mutirão, plantação de hortaliças, coleta de lixo e entulhos, instalação de lixeiras coletivas e parceria com escolas dos bairros. A Padre Théo foi a primeira escola a ser visitada pelas vereadoras, que na próxima semana irão juntamente com os alunos promover ações de conscientização com os moradores do bairro Tastch. "Foi uma palestra muito proveitosa, onde explicamos a eles como é importante separar o lixo, de não jogar lixo nas ruas, de cuidar do seu bairro", destacou Maria. Já a vereadora Zilca, que é professora aposentada, acredita que conscientizar os alunos é a melhor forma de manter uma cidade limpa. "É importante que eles prestem atenção na nossa conversa, que levem para casa as explicações e conversem com os pais, pois eles  são multiplicadores incentivando a comunidade também", afirmou ela.

Sessão na Câmara teve pauta cheia com aprovação de providências e indicações de vereadores

A sessão ordinária da Câmara, realizada na terça-feira, 18, apresentou três pedidos de providências e duas indicações. Outros cinco projetos de lei seguem tramitando pelas comissões permanentes para serem aprovados nas próximas reuniões.

O vereador Tavinho Gazen (PDT) protocolou o pedido de indicação nº018 solicitando ao DNIT a construção de rótula fechada, colocação de redutores de velocidade e lombadas eletrônicas, nos dois sentidos da BR-392, precisamente no trevo de acesso à RS-149, na localidade da Encruzilhada. Já o vereador Renato Rosso (PP) teve sua indicação nº019 aprovada, para o imediato conserto da pavimentação na esquina da Rua João Henrique Frantz com a Avenida Marechal Idelfonso de Moraes Castro.

Os pedidos de providência foram protocolados pela vereadora Maria Silveira (PP) que solicitou a destinação do antigo espaço destinado ao ESF do bairro Londero à atividades culturais, profissionalizantes e demais atividades sociais ligadas as comunidades locais."É geração de renda para as pessoas que podem aprender novos cursos naquele local, estamos tentando organizar a associação bairro e a comunidade está ansiosa por esse espaço", disse Maria, que também protocolou um pedido para que seja feito o combate a infestação de morcegos na Escola João Pessoa, no Tupanci. Maria relatou que recebeu ligações de pais de alunos explicando a situação.

O vereador Lauro Ouriques (PPS) cobrou o conserto da estrada geral do Tupanci até a localidade do Camisão. Lauro destacou que moradores da região que precisam escoar os produtos estão encontrando dificuldades para trafegar com caminhões. O vereador Renato Rosso protocolou um pedido para que seja feita a substituição de lâmpadas nos postes altos do viaduto de acesso a cidade.

Na ordem do dia de votações, os vereadores aprovaram o pedido de informações da vereadora Zilca Camargo (PDT), que solicita a existência de levantamento de dados, referente a imóveis abandonados/desabitados, que compõem a concessão de uso de parte do poder público nos bairros Londero e Cristo Rei. O vereador Tavinho Gazen também teve seu pedido de informações aprovado, sobre a adesão ao Sistema Unificado Estadual de Atenção à Sanidade Agroindustrial, Artesanal e de Pequeno Porte - SUSAF-RS.

 

Secretaria de Finanças apresenta na Câmara números do segundo quadrimestre de 2018

O secretário de Finanças, Jonas Lopes e a contadora do município, Joice Lima reuniram-se na manhã de sexta-feira, 28, no gabinete da presidência da Câmara, para apresentar a Comissão de Constituição, Justiça, Finanças e Orçamentos os resultados da demonstração e avaliação do cumprimento das metas fiscais do segundo quadrimestre de 2018. Participaram do encontro o presidente da CCJ, vereador Renato Rosso (PP) e o relato da comissão, vereador Paulo Nunes (PSB). O assessor das comissões na Câmara, Rodrigo Ferreira também acompanhou a apresentação dos números feitos por Jonas, que destacou um ponto crítico que é a diminuição dos repasses do Fundo de Participação dos Municípios (FPM) em razão da nova estimativa populacional de São Sepé, divulgada recentemente pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Os dados do IBGE servem como base dos cálculos feitos pelo Tribunal de Contas da União (TCU) para definir o percentual do repasse obrigatório de recursos da União para cada município do país. A previsão da transferência financeira é prevista na Constituição Federal para todas as cidades e capitais, incluindo o Distrito Federal. Com a redução, São Sepé poderá deixar de receber quase R$ 2 milhões. "Isso não poderia ter acontecido, mas já entramos com liminar para reverter a situação", afirmou o secretário de Finanças, Jonas Lopes, que também falou sobre a prestação de contas. "O município não está mal, estamos pagando rigorosamente os salários do funcionalismo, cumprindo em dia nossas obrigações, não temos empréstimos", destacou ele.

 

 

 

Vereador Renato Rosso aprova indicação para criação de um posto da PRF em São Sepé

Com uma pauta curta e sem votações de projetos de lei, a sessão ordinária de terça-feira, 25, apresentou duas indicações do vereador Renato Rosso (PP) que foram aprovadas por unanimidade. A primeira delas é sobre a possibilidade da instalação de um posto da Polícia Rodoviária Federal, na BR-329, em São Sepé. Renato indica que sejam feitos estudos pelos órgãos competentes, destacando a necessidade da criação de mais um ponto, desta vez situado no município. "Não temos polícia próxima e o fluxo na região é muito intenso, são vários acidentes, excesso de velocidade, problemas que atendem a demanda de um posto no território de São Sepé", destacou o vereador. De acordo com Renato, a BR-392 é uma das principais rotas até o porto de Rio Grande, para a exportação de produtos e grãos do estado e também de Santa Catarina. Além disso, o vereador também falou sobre o tráfico de drogas já que a rodovia tem acesso a fronteira com países como Uruguai e Argentina. "É um pedido bem difícil de ser realizado mas se justifica pelas situações que são apresentadas", afirmou Renato.

A segunda indicação do vereador contempla a área da segurança pública em São Sepé, tema que é bastante defendido por ele na Câmara. Renato solicitou a prorrogação do emprego do efetivo do Pelotão de Operações Especiais - POE - em São Sepé. Os policiais que estão há algumas semanas na cidade devem ficar até o início de outubro. "Estou implorando na verdade para que o POE permaneça por mais tempo no município, ajudando a nossa Brigada e garantindo mais segurança as pessoas", disse Renato que afirmou ir até Santa Maria conversar com as autoridades responsáveis pelo pelotão afim de estender o prazo.

Um pedido de providência foi votado pelos vereadores. Trata-se da solicitação feita pela vereadora Maria Silveira (PP) para que seja feita a limpeza das valetas na estrada geral do Terceiro Distrito, próximo ao trecho entre a ponte a caixa d'água, no Bairro Schirmer. Os demais projetos de lei seguem em tramitação pelas comissões especiais da Câmara. 

Professores municipais acompanham sessões na Câmara enquanto aguardam o Plano de Carreira

Desde agosto, as sessões plenárias da Câmara contam com a presença dos professores municipais. Em forma de rodízio, eles se organizam para que uma vez por semana estejam presentes para acompanhar os trabalhos do legislativo, enquanto aguardam a chegada do projeto de lei que modifica o plano de carreira do magistério municipal.

Mesmo sem previsão para que a prefeitura encaminhe a matéria para ser analisada e votada pelos vereadores, a presidente do Sipromuss, Rozangela Figueira, garante que a vigília é importante para mostrar que a classe está atenta quanto a discussão do projeto na Câmara. "Vamos seguir unidos participando das sessões, até mesmo para saber o que é debatido entre eles e vamos continuar até o dia que o plano de carreira for votado", afirmou Rozangela.

Na última terça-feira, 25, o grupo contou com um número maior de professores em relação as outras sessões. Em seus discursos, os vereadores sempre lembram a presença da categoria. Para o presidente Janir Machado, o diálogo está aberto com os professores na busca de encontrar uma solução para a demanda. "A Câmara está a disposição da classe para que venham conversar conosco, na tentativa de chegar a um consenso sobre o projeto, não queremos prejudicar ninguém e sim fazer com que todos saiam ganhando sem prejuízos", destacou o vereador.

Entenda o caso

 

A prefeitura de São Sepé contratou um perito licitado que apresentou um estudo baseado nas condições financeiras do município e sugeriu modificações na estrutura com a criação da "parcela destacada". A alegação do perito é a a nova modalidade reduziria o impacto financeiro nos cofres municipais a partir da adequação ao Piso Nacional do Magistério. A Prefeitura alega que o impacto na folha após as decisões judiciais que concedem o pagamento do Piso Nacional não é sustentável a médio e longo prazo.

Do outro lado, estão os professores que afirmam que apesar das dificuldades enfrentadas pela prefeitura, eles não podem perder seus direitos. A presidente do Sipromuss já havia defendido a posição do sindicato na tribuna livre da Câmara, em 14 de agosto. "Somos muitas vezes psicólogos, pais, avós e tios dentro da escola. A conta da situação financeira que o município atravessa hoje não pode ser paga somente pelo professor”, defendeu Rozangela, que falou ainda sobre os desafios do professor dentro e fora de sala de aula e as dificuldades no processo de aprendizagem e a valorização do profissional da educação.

Vereador Paulo Nunes elogia ações da Semana do Trânsito em São Sepé

A Semana do Trânsito que aconteceu em São Sepé que aconteceu entre os dias 18 e 25 de setembro foi elogiada pelo vereador Paulo Nunes, que no espaço regimental das comunicações, na sessão plenária de terça-feira, 25, destacou o trabalho feito pela secretaria de Administração, através da secretária Luci Barcelos e o adjunto, José Carlos Rosso.

O vereador destacou as ações de conscientização que foram realizadas nas escolas juntamente com os alunos, através de palestras e nas ruas alertando as pessoas e motoristas para a importância de parar na faixa de pedestres, a redução de velocidade, além de mateada, passeios ciclísticos, shows culturais e escolinha de trânsito para as crianças. " Foi uma baita iniciativa da prefeitura de São Sepé e parceiros e nós da ASDEF estamos juntos com a comunidade para falar e mostrar sobre a educação no trânsito, porque a prevenção é o melhor remédio", disse o vereador.

 

Câmara volta se reunir para falar sobre a situação dos animais de rua no município

 

A preocupação com os animais de rua em São Sepé voltou a ser motivo de reunião de Câmara, nesta semana. A Comissão de Saúde e Assistência Social promoveu um encontro entre representantes do legislativo, secretaria de Agricultura e da União Sepeense de Proteção aos Animais (Uspa). A ideia é encontrar soluções para o grande número de cachorros, principalmente, soltos nas ruas com medidas que possam conter a proliferação, evitando assim doenças que podem atingir os animais e as pessoas.

Engajado na causa, o presidente da Câmara, Janir Machado (PP) destacou que é preciso responsabilizar os proprietários. "Não existe esta conscientização por parte das pessoas, o problema não são os animais, mas quem não cuida e deixa jogado nas ruas", defendeu o vereador, que estuda apresentar um projeto que busque orientar os donos a proteger seus animais, já que há também casos de vacas e cavalos soltos nas vias públicas.

As vereadoras Maria Silveira (PP) e Zilca Camargo (PDT) que vem fazendo um trabalho nos bairros para conscientizar os moradores sobre o descarte correto do lixo, abordaram que a pauta sobre os animais é constante entre os jovens nas escolas. "Nos chamou a atenção que este assunto é muito comentado pelos alunos, por isso nós resolvemos convocar a reunião e ouvir os envolvidos para que a gente consiga resolver o problema", destacou Zilca. O vereador Paulo Nunes (PSB) alertou que o tema é caso de saúde pública. "É preciso trabalhar a relação homem e animal com campanhas educativas", disse ele.

 

Microchipagem é uma alternativa

 

A microchipagem nos cães e gatos pode ser uma solução viável para o problema que vem sendo abordado pelo poder público e comunidade. O veterinário do município, Carlos Casamalli, explicou durante a reunião os benefícios de cada animal ter um microchip. Um leitor para fazer o procedimento custa em torno de R$ 400 a R$ 900 reais e o chip uma média de R$ 10 reais. No entanto, Carlos alertou que o investimento trará retornos positivos. "Cada cão e gato estará identificado com as informações do dono, é um trabalho que já vem sendo pensando há muito tempo e precisamos de apoio para que isso se torne realidade", destacou o veterinário, que atende na Clínica de Esterilização, local que atende animais de rua para castração, outra medida viável para evitar animais nas ruas.

Uma nova reunião ficou marcada para o início do novembro para definir estratégias e fortalecer as ações em torno da causa animal. 

Copa de Atletismo de São Sepé está com inscrições abertas

    

Foi redefinida a data da 1ª Copa São Sepé de Atletismo que irá acontecer no dia 13 de outubro, no complexo do Pamade. A iniciativa é do vereador Renato Rosso (PP) em parceria com a Secretaria de Esportes e Lazer.

Serão realizadas provas de corrida (100 e 400 m rasos) e salto em distância para adolescentes com idades entre 13 e 14 anos na categoria masculino e 11 a 12 anos na categoria masculino. Podem participar estudantes da rede estadual, privada e municipal de ensino.

As inscrições podem ser feitas na secretaria de Esportes, que fica localizada no Ginásio Municipal, até o dia 9 de outubro.

A copa é resultado de uma emenda apresentada ano passado pelo vereador Renato Rosso, no valor de R$ 6 mil, que foi incluída na LDO 201

CIEP Francisco Brochado da Rocha recebe homenagem na Câmara

 

A sessão plenária de terça-feira, 2, reservou um momento de homenagem para o CIEP Francisco Brochado da Rocha, que em setembro completou 25 anos de fundação. A vereadora Zilca Camargo (PDT) foi a proponente da moção legislativa que foi entregue para a atual diretora Maria Cristina Cardoso Machado juntamente das ex-diretoras Jussara Fernandes e Maria Helena Michelin.

A vereadora Zilca, que é professora aposentada, destacou a importância da escola para o município. "Com os adventos dos CIEPs em todo o Brasil, São Sepé orgulha-se de ter sido escolhido para receber esta obra, que por sua grandeza, importância e destaque educacional, nos leva a ter certeza que a educação é o melhor caminho", afirmou a vereadora, que também falou sobre a dedicação da direção da escola no comprometimento com os alunos. "É lindo der ver os depoimentos dos professores dizendo ser o CIEP a sua segunda casa, ver que alunos desta escola passam em universidades públicas sem os famosos cursos preparatórios, ver a importância da pertença dos alunos para esta escola", disse a vereadora durante sua fala.

Emocionada, a diretora Cristina Machado agradeceu a homenagem e falou em nome da direção do CIEP. "Nós somos uma escola que temos um diferencial,  que acolhe, que trabalha em tempo integral, que reverencia o pertencimento de quem está lá e passou por lá", afirmou Cristina, que falou também a questão das ações que são desenvolvidas pelo CIEP para fortalecer a educação no município. "Nós contrariamos uma diversidade política há muitos anos atrás, estamos quebrando barreiras e preconceitos, o CIEP faz uma educação de qualidade sim e o reconhecimento tem chegado, é gratificante ver nossos ex-alunos no mercado de trabalho, em universidades públicas e privadas", destacou ela.

Atualmente o CIEP conta com 440 alunos matriculados distribuídos nos três turnos, atendendo os anos iniciais em tempo integral ( do 1º ao 5º ano), o ensino médio e a EJA fundamental. No quadro funcional, trabalham dez funcionários e 42 professores.

 

Vereador Eto Vargas cobra providências da RGE Sul sobre a falta de energia no município

A falta de energia elétrica no interior do município tem sido cada vez mais recorrente e tem ganhado destaque nas sessões plenárias da Câmara. Desta vez, o vereador Eto Vargas (PP) protocolou um pedido de indicação para que seja feito um urgente estudo para a solução do constante problema de falta de energia elétrica prolongada na localidade da Barragem, no Terceiro Distrito de São Sepé e disponibilização de melhor atendimento ao usuário. De acordo com o vereador, os moradores daquela localidade tiveram enormes prejuízos na última semana, em razão da falta de luz durante sete dias. "Pessoas com problemas de saúde, idosos, crianças, chegou um ponto que ninguém aguentava mais, estava afim de vir embora e abandonar suas casas, uma situação muito grave", disse Eto que afirmou também ter entrado em contato como superintendente da concessionária responsável, RGE Sul, Carlos Amorim.

A indicação do vereador é exclusiva para que a RGE tome providências em caráter de urgência afim de evitar novos transtornos. O vereador Gilvane Moreira (PP) também destacou que outros pontos do interior estão sofrendo com o mesmo problema. Localidades como Barrondão e Passo dos Freires tem a energia interrompida pode diversos fatores, sejam eles climáticos ou não.

Segundo o vereador Eto, na terça-feira, 1, a falta de luz também era registrada em São Rafael. " Hoje naquela localidade tem trinta residências  sem luz, eu acho importante que cada um de nós faça esse tipo de pedido para pressionar essa empresa multinacional, que aqui só arrecada e muito pouco faz a reposição, se vê postes caídos, deitados e não tem morador que aguente além do alto custo de energia", justificou o vereador, que teve o pedido aprovado por unanimidade no plenário.


Sessão plenária aprova pedidos por reforços na segurança e na limpeza de estradas do interior

A sessão ordinária de terça-feira, 2, teve a aprovação de quatro projetos de lei, duas indicações e mais quatro pedidos de providências. A vereador Maria Silveira (PP) solicitou a colocação de resíduo asfáltico ou cascalho nos buracos das ruas do Bairro Lili, que segundo ela estão em condições precárias de tráfego, tanto de pedestres quanto de carros. Maria também cobrou a reposição de lâmpadas na Avenida Júlio Vargas, especialmente no trecho entre a Madeireira São Jorge e o Ginásio de Esportes. "Me preocupo com as pessoas que ali transitam durante a noite, vindo do colégio, do trabalho", justificou a vereadora na defesa do pedido.

Já o vereador Tavinho Gazen voltou a falar sobre a limpeza dos bueiros e valetas nas estradas do interior do município. Em seu pedido de providências, o vereador cobrou a designação de pessoal e maquinário adequado para a equipe de limpeza deste setor. "Tenho sido insistente pedindo que o poder executivo forme uma equipe própria para limpeza de bueiros, valetas e cabeceiras de pontes nas estradas municipais, esperamos que o governo local atenda meu pedido, é pela melhora da situação de trafegabilidade", destacou o vereador. O último pedido de providências foi apresentado pelo vereador Élcio Teixeira (MDB), solicitando a colocação de cascalho na rua João Henrique Frantz, no Bairro Pontes.

 

Vereador Renato cobra do Estado mais efetivo na polícia civil

 

O pedido de indicação 022/2018 de autoria do vereador Renato Rosso, cobrou do estado a disponibilização de reforço cartorário para a delegacia de polícia civil do município." Estamos implorando que disponha de um reforço de efetivo para São Sepé, vários municípios tem recebido apoio da segurança pública, e nós estamos com baixo efetivo e mesmo assim não estamos parados, somos a delegacia que mais prende na região central, que o estado olhe para nossa cidade", afirmou o vereador.

 

Contratação e repasses aprovados

 

Na ordem do dia de votações, os vereadores aprovaram o projeto de lei 039 que autoriza a prefeitura a contratar em regime de urgência um auxiliar de serviços gerais e um monitor de abrigo. Já o projeto 040 autorizou a contratação de um técnico em enfermagem para o quadro de servidores da secretaria de Saúde.

Foi aprovado também o repasse para a Associação dos Pais e Amigos dos Excepcionais (APAE), ao programa União Faz a Vida e a Unidade Assistencial Social Feminino Antônio e Maria. Por último, os vereadores aprovaram a abertura de crédito especial no valor de R$ 247 mil reais para a reforma dos postos de saúde da Vila Block, Bairro Pontes e do meio rural. 

Semana do Idoso promove roda de conversa sobre os cuidados na melhor idade

Em celebração ao Dia Internacional do Idoso, uma série de atividades está sendo realizada no município desde o dia 1º de outubro até o próximo dia 11. A Semana do Idoso começou com uma caminhada, na segunda-feira, saindo do SESC até a Praça das Mercês. Na manhã desta quinta-feira, 4, um bate papo no plenário da Câmara de Vereadores reuniu participantes do grupo SESC Maturidade Ativa com a terapeuta ocupacional Mircele Massirer e a enfermeira do CAPS AD, Pollyana Ribeiro. Na oportunidade elas falaram aos idosos sobre a prevenção no dia a dia, principalmente para evitar quedas e acidentes domésticos. As profissionais explicaram também os cuidados com a saúde e a importância de atividades físicas na terceira idade. Durante a conversa, também foi falado sobre a preparação para a aposentadoria e o quanto isso implica na vida de cada pessoa. O vereador Paulo Nunes (PSB) que tem participado ativamente da programação, também esteve presente na roda de conversa, juntamente com os vereadores Lauro Ouriques (PPS) e Zilca Camargo (PDT).

Nesta sexta-feira, 5, a programação terá o Encontro Integração no CTG Os Maragatos, com palestra, almoço e baile durante à tarde. Na segunda-feira, 8, será a vez dos idosos se exercitarem na gincana esportiva. A semana encerra na quinta-feira, 11, com uma palestra sobre audição.

 

Vereador Renato Rosso apresenta proposições em plenário com destaque para Guarda Municipal e cercamento do Cemitério

Atento as principais demandas da comunidade, o vereador Renato Rosso (PP) apresentou seis proposições na sessão plenária de terça-feira, 9. Todas foram aprovadas pelos demais parlamentares por unanimidade. Renato protocolou um pedido de requerimento para que seja formada uma comissão especial de revisão da Lei Orgânica Municipal e do Regimento Interno da Câmara além de uma avaliação para consolidar cerca de 3.800 leis municipais.

Na área da segurança, desta vez, Renato solicitou do Executivo, que seja feito um estudo técnico para a criação da Guarda Municipal. Tavinho Gazen (PDT) lembrou que este projeto é debatido há muitos anos na Câmara e apoiou a iniciativa do vereador progressista. "Há 20 anos lutamos pela guarda em São Sepé, nunca é tarde, o município carece desse efetivo", destacou Tavinho. Já Renato afirmou que recentemente esteve na cidade de Lajeado, no Vale do Taquari, onde buscou informações sobre a criação da guarda na cidade e se reuniu com o secretário de Segurança Pública de Lajeado, que se dispôs a vir até São Sepé para conversar sobre a implementação do projeto. 

Na ordem de votação, Renato voltou a falar sobre uma iniciativa sua, que começou a ser debatida no ano passado: o cercamento do Cemitério Municipal. Preocupado com a situação degradante do local, o vereador pediu mais uma vez que a prefeitura faça um estudo para proteger o cemitério. "Eu sugeri essa questão como outras cidades fizeram, criar uma taxa temporária, e agora viemos a tona novamente, para que a gente possa pensar a fazer as outras obras que precisam ser feitas no cemitério", afirmou o vereador.

 

Destaque gaúcho

 

Outro projeto apresentado pelo vereador progressista é a instituição do Diploma do Mérito Farroupilha. A matéria segue em tramitação nas comissões permanentes da Câmara e visa homenagear personalidades que se destacam no cenário tradicionalista do município. A ideia é que uma vez por ano seja feita uma sessão alusiva ao dia do gaúcho, no legislativo, com a entrega do diploma para os homenageados.

O vereador também cobrou solução para dois problemas crônicos de alagamentos: um deles é na quadra de esportes da Escola Gabriel Brenner, no Bairro Cristo Rei e o acúmulo de água existente na rua Oscar Santos Ineu, quase esquina com a Rua Clarindo José Monteiro, no Bairro Pontes. 

Vereador Lauro Ouriques agradece votação para deputado federal

 

O destaque da sessão plenária de terça-feira, 9, na Câmara de Vereadores ficou por conta dos discursos dos vereadores, parabenizando o colega Lauro Ouriques (PPS) pela expressiva votação obtida no domingo, 7, nas eleições gerais.

O vereador sepeense concorreu ao cargo de Deputado Federal e totalizou 1.068 votos, mas não foi eleito. Mesmo assim, ele agradeceu a confiança dos eleitores sepeenses que acreditaram no seu trabalho. "Eu  tava achando difícil e o pavor que eu fiquei, sou uma pessoa que não tem estudo, quem me conhece sabe, representei nossa cidade São Sepé e tenho certeza que representei bem e agradecer todos vocês que votaram", afirmou emocionado Lauro. "Hoje estou fortalecido de ter o apoio da comunidade, o meu muito obrigado", finalizou o vereador durante seu discurso no espaço regimental do grande expediente.

 

Kéio Santos também foi lembrado na tribuna

 

A candidatura do vice-prefeito, Kéio Santos (SDD) também mereceu destaque na sessão. Os vereadores elogiaram a votação de Kéio, que não foi eleito, mas obteve 5.327 votos no estado. Ele concorria ao cargo de Deputado Estadual. O vereador Eto Vargas (PP), um dos apoiadores do vice-prefeito, destacou a campanha de Kéio. "Ficamos muito contentes com sua votação, jamais poderia deixar ele sozinho nessa batalha, porque é desta forma que ele age comigo, trabalhamos junto com sua família, nos sentimos vitoriosos, ele saiu fortalecido", afirmou o vereador.

 

Vereador defende uso de energia sustentável no Ginásio de Esportes

 

O vereador Renato Rosso (PP) teve aprovado seu pedido de providências, na sessão ordinária de terça-feira, 16, que solicita estudos para a colocação de captação de energia fotovoltaica no Ginásio de Esportes de São Sepé. Segundo o vereador, o pedido é uma alternativa para reduzir os custos com energia elétrica e gerar economia para os cofres públicos.

Renato justificou que o processo de captação solar no ginásio, através da energia fotovoltaica, poderá gerar energia para outros prédios administrados pela prefeitura. "Vimos comentários na imprensa que este tipo de recurso é o ouro do milênio, a previsão nos próximos anos é de um crescimento estimado em 3.000% de usuário, gerando uma economia de até 90% nas contas de luz", afirmou o vereador. O presidente da Câmara, Janir Machado, também falou sobre as empresas em São Sepé que já trabalham com este recurso. A Câmara está em estudos para a colocação das placas solares.

A energia fotovoltaica é a energia elétrica produzida a partir de luz solar, e pode ser produzida mesmo em dias nublados ou chuvosos. Quanto maior for a radiação solar maior será a quantidade de eletricidade produzida.

 

Pedido de informações

No mesmo sentido de gerar economia para a prefeitura, o vereador Renato solicitou ao Executivo um pedido de informações sobre as despesas do município com energia elétrica. "Nossa ideia é fortalecer o pedido de providências sobre a energia fotovoltaica e ajudar a encontrar soluções para a redução de gastos", disse o vereador.

 

 

 

 

 

 

Após reunião com secretário, vereadores aprovam projeto para contratação de médicos

 

 

A falta de médicos em determinados posto de saúde de São Sepé fez com que a prefeitura tomasse duas medidas: o encaminhamento de um projeto de lei prevendo a contratação de dois médicos clínicos gerais, em regime de 20 horas, e a ida do secretário de saúde Marcelo Ellwanger até a Câmara, para sensibilizar os vereadores da aprovação da matéria que entrou em caráter de urgência, na sessão plenária de terça-feira, 16, e foi aprovada por unanimidade.

 

De acordo com Marcelo, desde março o município está sem atendimento médico nos postos de saúde dos bairros Tastch, Vila Block e na unidade  móvel que atende os ESFs do interior. "Uma médica passou na residência, a cubana foi embora e tivemos o trágico acidente com o médico Daniel que está de licença, tivemos três baixas em seis meses", destacou o secretário, que falou também quanto a sobrecarga de pacientes no posto de saúde do centro, em razão destes citados acima estarem sem atendimento médico. "Os postos estão lotados e fica difícil atender toda a demanda", justificou ele. Para o presidente da Câmara, existe a necessidade de sanar este problema com a contratação dos novos médicos. "É assim que trabalhamos, buscando um entendimento com a prefeitura para melhorar a vida da comunidade", afirmou o presidente do legislativo, Janir Machado. 

Projeto que prevê isenção de taxa para concursos do município tramita na Câmara

 

O vereador Gilvane Moreira (PP) é autor de uma proposta que beneficia as pessoas de São Sepé inscritas no Cadastro Único do Governo Federal, a ficarem isentas da taxa de inscrição em concursos realizados pelo município. O projeto foi apresentado no plenário da Câmara e segue para a segunda discussão. A ideia, segundo o vereador, é dar condições iguais para todas as pessoas. "O concurso público não pode de forma nenhuma ser uma arrecadação para os cofres, muitas vezes tu se detém naquela pessoa que não tem recurso para pagar a taxa de inscrição, então o objetivo é que todos possam participar sem serem excluídos por situação financeira", defendeu Gilvane.

O projeto segue tramitando nas comissões permanentes da Câmara e deve ser votado no início de novembro pelos parlamentares. 

Vereador apresenta projeto que cria Semana de Acessibilidade e Inclusão em São Sepé

 

 

Na sessão plenária de terça-feira, 16, o vereador Paulo Nunes (PSB) apresentou o projeto de lei 048/2018 que institui a Semana Municipal de Acessibilidade e Inclusão. A proposta segue agora para as comissões permanentes do legislativo que irão estudar a matéria, que deve ser votada no mês de novembro pelos vereadores.

De acordo com Nunes, que é cadeirante, o objetivo da semana é sensibilizar e conscientizar a sociedade, o poder público e entidades privadas, sobre os direitos fundamentais da cidadania das pessoas com necessidades especiais ou deficiência. " Queremos desenvolver nas próprias pessoas com deficiências o interesse de buscar seu espaço no mundo, assumindo seu protagonismo na sociedade, deixando de ser objeto de filantropia e assistencialismo, para se tornar sujeito do meio onde estejam inseridas", justificou o vereador.

Caso seja aprovado, ficará  determinado que a Semana Municipal de Acessibilidade e Inclusão aconteça entre os dias 3 e 10 de dezembro, sendo que no dia 3 é a data internacional de pessoas com deficiência.

A acessibilidade é assegurada pela Constituição Federal e pela Lei Brasileira de Inclusão - LBI - que garante direitos através de ações e políticas públicas que eliminam as barreiras existentes. 

Câmara recebe resposta sobre pedido de instalação de posto da PRF em São Sepé

 

O pedido de indicação do vereador Renato Rosso (PP) solicitando a realização de estudos sobre a possibilidade de implantação de um posto da Polícia Rodoviária Federal em trecho da BR-392, no município de São Sepé, foi respondido pela Superintendência Regional do órgão nesta semana.

De acordo com o documento enviado a Câmara, o pedido não foi descartado pela PRF, que está estudando em parceria com a Universidade Federal do Rio Grande do Sul um projeto de pesquisa para elaboração de metologia georeferenciada para localização das unidades operacionais da PRF no Estado. O ofício também fala sobre a escassez de efetivo e a complexidade que envolve a readequação organizacional de novos postos.

São Sepé é atendido pela 9ª Delegacia PRF de Santa Maria. O autor do pedido, vereador Renato Rosso (PP), ficou satisfeito com a resposta e destacou o motivo pelo qual protocolou a proposta. "Não temos polícia próxima e o fluxo na região é muito intenso, são vários acidentes, excesso de velocidade, problemas que atendem a demanda de um posto no território de São Sepé", afirmou o vereador.

Descentralização da cultura para os bairros de São Sepé é debatida na Câmara

 

 

Uma proposição da vereadora Maria Silveira (PP) que levar mais cultura aos jovens e adultos dos bairros de São Sepé. A ideia é descentralizar a arte através da democratização. O pedido de providências foi feito ao Executivo, para que estude a proposta juntamente com a Fundação Cultural Afif Jorge Simões Filho e as demais secretarias. Um pedido semelhante já havia sido feito pela mesma vereadora, que solicitou a destinação do antigo espaço designado ao ESF Bairro Londero, à atividades culturais, profissionalizantes e atividades sociais ligadas as comunidades locais. "O que a gente vê nos bairros é que existem locais adequados para que seja levado a cultura, é preciso que haja o convívio social", destacou Maria. "Nos bairros tem locais para acontecer oficinas, teatros, danças, cursos que possam melhorar a vida das pessoas", disse a vereadora.

Já a vereadora Zilca Camargo (PDT) defendeu que seja viabilizado a extensão do projeto "Criança Fazendo Arte" para os bairros da cidade, uma vez que o projeto acontece na Casa da Cultura. "Estive conversando com o professor do curso que me disse estar disponível para atender as crianças dos bairros do município, é importante que isto aconteça", destacou a vereadora.

O debate em torno da descentralização da cultura no município ganhou apoio também do vereador Paulo Nunes (PSB) que possui o projeto Vila Esperança e desenvolve ações sociais no município. O vereador Tavinho Gazen (PDT) lembrou que há muitos anos, os desfiles do 7 de Setembro aconteciam nos bairros Kurtz e Pontes, além do tradicional no centro da cidade. "Existia uma grande participação dos moradores e isto mostra que é possível levar a cultura a todos os cantos", justificou o vereador.

 

 

Piso do magistério e plenário lotado marcam sessão na Câmara

Diferente do habitual, o plenário da Câmara de Vereadores ficou lotado durante a sessão ordinária de terça-feira, 23, quando entrou na pauta o projeto de lei -53/2018 que regulamenta a implantação do Piso Salarial Nacional para todos os professores do município de São Sepé, ativos e inativos. A matéria foi enviada pelo Executivo e causou grande mobilização por parte da categoria, que desde agosto vem se fazendo presente nas sessões plenárias e acompanhando os trâmites deste e do outro projeto que é aguardado com expectativa pelos professores: o Plano de Carreira.

Previsto na Lei Federal 11.738 de 2008, o aumento dos vencimentos da classe é obrigatório a todos os municípios do Brasil. Um acréscimo mensal que poderá chegar a R$ 1.350 reais com um reflexo financeiro para São Sepé, somente dos professores ativos, de R$ 2 milhões e setecentos mil reais. A exposição de motivos do projeto, enviado pelo prefeito Léo Girardello, afirma que o governo atual nunca foi contrário o pagamento do piso, no entanto discorda da forma como foi implantado pelo Governo Federal na época. No texto diz que o piso "foi concebido sem a percepção que muitos municípios e próprios estados, já haviam instituídos Planos de Carreiras e Planos de Cargos e Salários, contemplando vantagens, em especial temporais e gratificações, que possuem como base cálculo Nível I Classe A, ou seja, início de carreira", dispõe o projeto.

O documento, assinado pelo prefeito Léo, também afirma que o município possui um crescimento médio nos últimos cinco anos de 4,73%, o que é considerado muito acima da União e do Estado, o que tem permitido o pagamento de salários e encargos previdenciários em dia, sem atrasos.

O projeto 053 segue agora para análise das comissões permanentes da Câmara, em especial a de Educação e a Constituição e Orçamento. A matéria deverá tramitar por mais três sessões ordinárias até ser votada pelos vereadores, o que deve acontecer ainda no mês de novembro.

Câmara vota e aprova contratação temporária de professores e servidores para as Obras

A sessão plenária de terça-feira, 23, votou dois projetos enviados pelo governo Léo, que tratam sobre a contratação temporária de novos servidores para as secretarias de Obras, Agricultura, Educação e Administração. No entanto, houve intenso debate entre oposição e situação sobre a necessidade de concurso público ao invés de contratações no regime de seis meses, podendo haver prorrogação do contrato.

Na ordem de votação, o projeto 044/2018 foi aprovado por sete votos a três, com votos contrários dos vereadores Tavinho Gazen (PDT), Zilca Camargo (PDT) e Maninho Pinto (MDB) e determina que o Executivo passe a contratar emergencialmente um cozinheiro de escola e creche, um professor de ensino fundamental de séries iniciais e um professor de ensino fundamental de anos finais com formação em educação física. Os vereadores que se opuseram ao projeto defendem que seja feita a nomeação de professores que estão aguardando após aprovação em concurso do município.

Já o projeto 050/2018 também foi aprovado com voto contrário do vereador Paulo Nunes (PSB) e estabelece que sejam contratados temporariamente dez auxiliares operacionais que serão designados para serviços gerais de limpeza como roçadas, valetas, bueiros, esgoto, praças públicas, tanto na cidade como no interior. Os servidores também serão lotados para serviços de obras no cemitério municipal como construção de rampas de acessibilidade, reconstrução de calçadas e o telheiro do local. Paulo Nunes justificou seu voto afirmando que não existe diálogo entre os poderes e cobrou a participação do secretário de Obras para esclarecimentos na Câmara.

O líder do governo, Eto Vargas (PP) afirmou que a aprovação do projeto implicaria na retomada de serviços considerados essenciais para a comunidade, tanto no interior como nos bairros da comunidade. Eto também falou sobre a falta de profissionais para atender localidades distantes, por isto a necessidade de urgência na aprovação da matéria enviada pelo Executivo.

 

 

 

Pedidos de providência e homenagens a cultura gaúcha são destaques em sessão

Os vereadores votaram e aprovaram na sessão ordinária de terça-feira, 23, 12 proposições apresentadas em plenários. Entre elas, nove pedidos de providências, que contemplam diferentes áreas do município, e uma indicação do presidente da Câmara, Janir Machado, que solicitou a urgente recuperação da pavimentação na esquina das Ruas Coronel Veríssimo e Plácido Gonçalves, no centro da cidade, o que tem ocasionado transtornos para os motoristas e pedestres, que correm o risco de sofrer acidentes.

As providências foram feitas através dos vereadores Élcio Teixeira (MDB) que cobrou fiscalização ambiental no engenho do bairro Lili, Zilca Camargo (PDT) solicitando a recuperação das faixas de segurança na região central da cidade, a construção de um muro na escola Padre Théo, no bairro Tastch, a recuperação dos brinquedos e aparelhos de ginástica da Pracinha da Corsan e em conjunto com o vereador Lauro Ouriques (PPS), solicitou o recolhimento de lixo e entulhos depositados no pátio do Centro de Reciclagem do Bairro Londero. Lauro também cobrou o conserto rua Otacílio Kielling, no Bairro São Francisco.

Ainda na ordem dos pedidos de providências, o vereador Renato Rosso (PP) protocolou outros dois: a notificação dos proprietários para retirada de sucata de veículos abandonados na rua Ariadne Brum Pires, esquina com a Clemenciano Barnasque, no bairro Izolanda e a imediata recuperação da rua Maestro Almerindo Borba, no trecho entre a avenida 15 de Novembro e a rua Capitão Elautério.

 

Homenagem gaúcha

 

Em terceira discussão na Câmara, o projeto de decreto legislativo 07/2018, de autoria do vereador Renato Rosso, foi aprovado por unanimidade. A matéria institui que a partir do ano que vem, seja concedido o Diploma do Mérito Farroupilha a personalidades sepeenses que se destacam na cultura gaúcha. A honraria será entregue sempre durante a Semana Farroupilha, durante sessão solene organizada pela Câmara de Vereadores.

O vereador Eto Vargas (PP) também teve sua moção legislativa aprovada pelos parlamentares, com votos de parabenização ao jovem Pedro Elias Almeida, pelo destaque nos concursos de chula no Rio Grande do Sul. Recentemente, Pedro ganhou um concurso promovido pela RBS TV de Santa Maria e em novembro irá disputar o ENART, em Santa Cruz do Sul, um dos maiores eventos da cultura gaúcha.

 

 

 

Frente Parlamentar pró-duplicação da BR-290 visita São Sepé

Um grupo de vereadores de Cachoeira do Sul visitou a Câmara de São Sepé na manhã de terça-feira, 24, com o objetivo de somar esforços para que os trabalhos de duplicação na BR-290 não parem no próximo ano. O vice-presidente Eto Vargas (PP) recebeu a Frente Parlamentar pró-duplicação BR-290 composta pelos vereadores Telda Assis, Gilmar Dutra, Igor Freitas, Nelson Azevedo e Noeli Gonçalves, todos parlamentares na câmara cachoeirense.

Na oportunidade, Telda explicou que para o orçamento da união de 2019 está previsto apenas R$ 150 milhões para o andamento das obras. No entanto o custo total é de R$ 700 milhões. Eles temem que a redução dos repasses atrase ou suspenda a duplicação da rodovia que é importante para o tráfego de veículos em direção a fronteira e região centro do estado.O município de São Sepé, tem a BR-290 como  uma das principais ligações com Porto Alegre e litoral.

Os vereadores ainda pediram que o pedido seja levado até os deputados federais de suas bases, para que reforcem a demanda de continuar os trabalhos na duplicação na rodovia. A Frente Parlamentar também percorreu as demais cidades da região, como Alegrete e Caçapava do Sul. Um ato de mobilização pela duplicação irá se realizar no dia 9 de novembro, às 10h, na localidade de Piquiri, às margens da BR-290, em Cachoeira do Sul.

 

Presidente da Câmara destaca projeto que contrata médico pediatra para São Sepé

O vereador Janir Machado (PP), presidente da Câmara, foi um dos mais entusiasmados com a notícia de que o município poderá contar em breve com mais um médico pediatra. A aprovação do projeto na manhã de quinta-feira, 1, durante sessão extraordinária, foi recebida com grande expectativa por partes dos vereadores, que votaram por unanimidade a proposição, em especial o presidente do legislativo, que desde a aprovação do projeto do plantão para as farmácias tem se dedicado a esta demanda. "Sabemos das dificuldades que existem mas nunca desistimos de uma necessidade tão importante para nossa comunidade", afirmou o vereador.  

Janir ressaltou ainda que desde o ano passado vem buscando alternativas para a vinda de um profissional para São Sepé. Chegou até mesmo a ir em cidades como Cruz Alta, Santa Maria e Caxias do Sul na esperança de conseguir um pediatra, mas não obtinha resultados positivos. No entanto, na última semana, as perspectivas mudaram com relação ao caso. O vereador Janir sinalizou ao hospital Santo Antônio que uma médica especializada em pediatria, que reside em Uruguaiana, na fronteira oeste do estado, demonstrou interesse em se mudar para São Sepé. "De imediato o vereador Maninho me colocou que o hospital era parceiro para a contratação e isso nos motivou a buscar recursos e apoio", afirmou Janir, já que a médica poderá atender tanto na instituição hospitalar, quanto na rede municipal de saúde.

O presidente da Câmara ainda destacou que isto só foi possível devido a muitas reuniões entre a prefeitura, o hospital e o próprio vereador que intermediou soluções para a contratação de um pediatra. "Depois de muitas conversas conseguimos e já estamos trabalhando para que outro médico venha  para cá para termos um plantão pediátrico permanente em nosso município para atender nossas crianças", finalizou Janir, contente com a solução para um problema tão cobrado pela comunidade.

 

Câmara aprova contratação de médico pediatra para o município

Uma sessão extraordinária convocada pela presidência da Câmara, na manhã desta quinta-feira, 1, aprovou dois importantes projetos para a comunidade sepeense. Um deles é a contratação emergencial de um médico pediatra. O projeto foi aprovado por unanimidade entre os vereadores, tendo em vista a necessidade de um profissional da área para suprir a alta demanda de atendimentos no município. De janeiro até outubro, já foram realizadas 821 consultas no setor de pediatria em São Sepé, que é atendido somente por uma pediatra, com carga horária de 20 hora semanais. A nova contratação ainda poderá atender no Hospital Santo Antônio, que carece de um médico pediatra. A direção da instituição já sinalizou interesse na contratação e que tem condições de manter um profissional para atender crianças em regime de plantão. "Ninguém queria vir para cá devido a demanda, mas depois de muitas conversas conseguimos uma médica que tem interesse em vir para São Sepé, morar aqui e atender nossa comunidade", destacou entusiasmado o presidente da Câmara, Janir Machado.

O segundo projeto aprovado pelos parlamentares foi a liberação de R$ 270 mil reais para a realização de duas obras de saneamento no município. Uma delas é no bairro Tastch, com elevação do reservatório de São Sepé e a outra a extensão de rede existente por meio de assentamento e fornecimento de 323 metros de tubos de concreto armado, no bairro Bela Vista.

Ao final da sessão, o vereador Tavinho Gazen (PDT) destacou a realização da sessão plenária em caráter de urgência. "É importante que a comunidade saiba que estamos aqui nesta manhã sem onerar nenhum gasto ao orçamento público, debatendo temas importantes para nossa comunidade", afirmou o vereador.

A próxima sessão ordinária será na terça-feira, 6, às 18h.

Presidente da Câmara, Janir Machado, participa de solenidades no município.

O presidente da Câmara, Janir Machado, tem cumprido agenda em eventos solenes do município, representando o poder legislativo. Na quinta-feira, 1, o vereador esteve presente na celebração dos 10 anos do Polo de Educação Superior Sepé Tiaraju. Na oportunidade, foram entregues honrarias a pessoas destaques que contribuíram para o fortalecimento da instituição ao longo da última década. Janir foi um dos convidados para entregar a homenagem a atual secretaria de Educação e ex-coordenadora do Polo, Paula Machado.

Na manhã de terça-feira, 6, o presidente participou da abertura da Feira do Livro e Semana da Cultura de São Sepé, no auditório da Fundação Cultural Afif Jorge Simões Filho.  Ao lado do patrono da feira, o advogado e escritor Daniel Tonetto, Janir destacou em seu discurso a presença, no ato solene, dos estudantes de diversas escolas da cidade e destacou a extensa programação prevista para acontecer entre os dias 6 e 11 de novembro. 

*Foto: Leandro Ineu 

Câmara aprova homenagem ao grupo Calhandra e mais dez pedidos de providências

A sessão plenária de terça-feira, 6, aprovou dez pedidos de providência, uma indicação, uma moção legislativa e um pedido de informações. As proposições entraram na pauta de debates e votação, sendo todas aprovadas por unanimidade entre os vereadores.

Entre as providências apresentadas, o vereador Renato Rosso (PP) protocolou quatro pedidos mais uma indicação: estudos para a realização de captação de águas pluviais no Ginásio de Esportes do complexo do Pamade, estudos para fomentar a venda de artesanato às margens da BR-392, nas proximidades do parque do Sindicato Rural, a colocação de sinalização "pare" na esquina das ruas Expedicionário Cecil Soares com a Clarindo José Monteiro, no Bairro Pontes, a colocação de um ponto fixo de distribuição de energia elétrica nas imediações do Centro Cultural e o aumento da altura das grandes de proteção à pedestres no viaduto da BR-392, no acesso a cidade.

A vereadora Zilca Camargo (PDT) solicitou estudos para que seja criado um feriado municipal no dia 24 de setembro, em homenagem a Nossa Senhora das Mercês, padroeira de São Sepé, a reposição de lâmpadas no Bairro Zenari e a recuperação das placas de advertência existentes na pracinha da Corsan. O vereador Elcio Teixeira (MDB) também fez um pedido relacionado a mesma praça, sugerindo a colocação de um escorregador menor para evitar acidentes com crianças. Teixeira também cobrou uma solução para o escoamento de água na rua Dr. Antônio Augusto Simões Pires, no trecho entre as quadras das ruas Visconde do Rio Branco e Plácido Gonçalves. O vereador Lauro Ouriques solicitou o conserto da estrada do São Rafael e destacou a existência de um buraco próximo a capela da comunidade.

 

Moção ao Calhandra

                                                                                                                         

Os 25 anos do Grupo Folclórico Calhandra serão homenageados na Câmara com a aprovação de uma moção legislativa proposta pelo vereador Tavinho Gazen (PDT), pelos relevantes serviços prestados ao Movimento Tradicionalista Gaúcho (MTG), além do trabalho que é realizado no município em prol das crianças que fazem parte do grupo. A moção deve ser entregue ainda este ano.

 

 

Emendas a LDO 2019 são propostas pelo vereador Tavinho Gazen nas áreas de obras e segurança

A Lei das Diretrizes Orçamentárias (LDO) para o exercício financeiro de 2019 em São Sepé está em tramitação na Câmara e ganhou novas emendas modificativas sugeridas pelo vereador Tavinho Gazen (PDT). Ao todo foram incluídas seis proposições do parlamentar que serão apreciadas em plenário no dia da votação do projeto da LDO, prevista para acontecer dia 20 de novembro.

Tavinho propôs quatro emendas direcionadas a secretaria de Obras do município. A primeira delas pede a manutenção de uma equipe de servidores permanente para a limpeza de bueiros e retirada de acúmulos de água nas estradas do interior. O pedido já havia sido feito pelo vereador em sessões anteriores em forma de providência e indicação. A segunda emenda objetiva a aquisição de uma britadeira para cascalho. Outras duas emendas referentes a área das obras foram incluídas: a criação de um programa municipal visando a recuperação da pavimentação urbana e a construção de aterro e reforma da ponte dos passinhos, na estrada geral do Terceiro Distrito.

Outra emenda proposta é a criação e manutenção de uma Guarda Municipal em São Sepé. Tavinho destaca que este pedido já vem sendo debatido há muitos anos pela comunidade e pela Câmara, visto que já existe a necessidade, de acordo com o vereador.

O Plano de Mobilidade Urbana também entrou na pauta de emendas sugeridas por Tavinho, que cobra do poder executivo a criação de uma equipe para a implementação do plano, conforme a lei aprovada no ano passado pela Câmara. O vereador destaca que desde sua aprovação, o plano não foi colocado em prática. "Este é um grande trabalho do vereador que pode propor o que a prefeitura tem que fazer no ano seguinte, todos vereadores podem sugerir emendas que se aprovadas, precisam ser cumpridas", destacou Tavinho.

Alunos do Jovem Aprendiz Rural serão vereadores por um dia

Os alunos do curso Jovem Aprendiz Rural do Senar/RS em parceria com o Sindicato Rural de São Sepé serão vereadores por um dia na Câmara. A sessão plenária com os estudantes irá acontecer na terça-feira, 20 de novembro, às 16h no plenário Gaspar Martins.

A iniciativa de convidar os alunos a participarem de uma sessão ao lado dos vereadores aconteceu depois que o grupo levou até a Câmara uma série de demandas e pedidos intitulados "O São Sepé que eu quero". Nos cartazes entregues aos parlamentares, na visita no final de agosto deste ano, estavam escritas reinvidicações de melhorias em diversas áreas como saúde, segurança e atenção aos jovens.

Agora eles terão a oportunidade de propor projetos e pedidos de providências que serão protocolados na secretaria da Câmara até um dia antes da sessão e depois discutirem as proposições em plenário e colocar em votação. Os pedidos dos alunos serão levados ao conhecimento do poder público. Iniciativa semelhante aconteceu em 2011, quando alunos das escolas de São Sepé participaram de uma sessão organizada pelo então presidente da Câmara na época, Tavinho Gazen (PDT). O atual presidente, Janir Machado (PP) destaca a importância da participação dos jovens. "Precisamos dar voz as demandas deles, temos que ouvir o que eles tem a nos dizer, pois são estudantes e acredito que será um momento muito especial para nós vereadores", afirmou Janir.

Câmara segue debatendo alternativas para animais de rua em São Sepé

A situação dos animais de rua de São Sepé, principalmente dos cachorros, tem ganhado atenção especial dos vereadores. Na manhã de quinta-feira, 8, uma nova reunião aconteceu com representantes da União Sepeense de Proteção aos Animais (Uspa) e secretaria de Agricultura e Meio Ambiente. Desde abril a Câmara vem debatendo junto aos representantes dos órgãos que atuam na causa animal, no município, na tentativa de encontrar soluções para os animais abandonados e medidas que possam conter a proliferação de cães e gatos na cidade.

Um dos problemas apontados na reunião é a falta de responsabilização dos proprietários. Casos de cães que atacaram pessoas na rua seguidamente são registrados, muitos destes animais possuem donos mas ficam nas ruas pondo em risco a saúde dos pedestres. "Não existe uma conscientização por parte das pessoas, o problema não são os animais, mas quem não cuida e deixa jogado nas ruas", defendeu o presidente da Câmara, Janir Machado, que estuda apresentar um projeto para  orientar os donos a proteger seus animais, já que há também casos de vacas e cavalos soltos nas vias públicas. O vereador Elcio Teixeira (MDB) inclusive comentou na reunião sobre os recentes ataques de cachorros a pessoas em praças e ruas no centro da cidade. "Estes cães que morderam não são abandonados, eles tem donos, tem que ter um cuidado dos proprietários", disse ele.

O vereador Paulo Nunes (PSB) destacou que a iniciativa da Câmara de encontrar alternativas para o problema é viável, no entanto afirmou que o poder executivo precisa dar maior respaldo ao trabalho que já vem sendo feito pela Uspa e Clínica de Esterilização, por exemplo. "Podia haver uma rede de trabalho com agentes de saúde, campanhas de mídia, apoio aos voluntários que atuam na causa, nós temos que cobrar que aconteça estas ações", disse Nunes.

 

Microchipagem e castração

 

Jack Spencer, protetora da Uspa, presente na reunião, afirmou aos vereadores que uma das medidas mais importantes a ser adotada seria a microchipagem. Em outubro, a demanda já havia sido discutida entre os vereadores em uma reunião. O veterinário do município, Carlos Casamalli, explicou durante a reunião os benefícios de cada animal ter um microchip. Um leitor para fazer o procedimento custa em torno de R$ 400 a R$ 900 reais e o chip uma média de R$ 10 reais. No entanto, Carlos alertou que o investimento trará retornos positivos. "Cada cão e gato estará identificado com as informações do dono, é um trabalho que já vem sendo pensando há muito tempo e precisamos de apoio para que isso se torne realidade", destacou o veterinário.

Outro ponto destacado por eles é o mutirão de castração que possibilita conter a proliferação de animais de rua e evita doenças que podem ser transmitidas as pessoas ou entre os animais. 

Isenção para taxa de inscrição de concursos da prefeitura é aprovada na Câmara

Foi aprovado na sessão ordinária de terça-feira, 6, o projeto de lei 045/2018 de autoria do vereador Gilvane Moreira (PP) que dispõe sobre a  isenção na taxa de inscrição de concursos públicos de São Sepé aos munícipes inscritos no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal.

O projeto foi apresentado em outubro pelo vereador e desde então vinha tramitando na Câmara pelas comissões permanentes. De acordo com Gilvane, que defendeu a aprovação da matéria durante a sessão, o objetivo é garantir o acesso de todas as pessoas ao concurso, mesmo aqueles menos favorecidos economicamente. "O concurso público não pode ser uma forma de arrecadação do município, mas algo que dê direito a todos participarem do processo de forma igual, pessoas que não podem participar justamente pela questão do pagamento pela taxa de inscrição", justificou o vereador.

Ficaram isentos do pagamento da inscrição para os futuros concursos, todos aqueles inscritos no Cadastro Único. Para obter o direito, o candidato deverá informar seu Número de Identificação Social (NIS) em requerimento de solicitação de isenção da taxa do formulário de inscrição do concurso devidamente preenchido. A lei já é válida para concursos federais desde 2008. Cidades como João Pessoa, capital da Paraíba, já aderiram ao projeto de ordem municipal.

Agora a lei segue para sanção do prefeito Léo Girardello.

Câmara aprova contas do prefeito Léo relativas a 2016 e repasses ao CONSEPRO

A sessão plenária de terça-feira, 13, aprovou por unanimidade dois projetos de lei e um pedido de informações. Na ordem do dia de votações, o projeto 049 autorizou o auxílio financeiro no valor de R$ 28 mil reais para o Conselho Comunitário Pró-Segurança Pública (Consepro) com a finalidade de proceder ações de segurança. No entanto, a Comissão de Constituição e Justiça da Câmara protocolou um pedido de informações solicitando do órgão de segurança, um relatório das atividades desenvolvidas, cronograma de ações e um plano de aplicação de recursos destinados ao Consepro. O relator da comissão, Paulo Nunes (PSB) destacou que o objetivo é identificar para onde estão indo os recursos destinados ao conselho. "A gente começou a observar que o Consepro mesmo sendo atuante pode estar tapando buracos do governo estadual que não manda recursos", disse o vereador que também falou sobre a atuação do conselho em outras cidades. "Temos Consepros em cidades vizinhas onde ele consegue juntar uma rede que está montada no município e faz ações de prevenção em áreas de vulnerabilidade através de incentivos e programas sociais", afirmou Nunes. O vereador Tavinho Gazen aproveitou o debate em torno do pedido e fez uma sugestão. "Sugiro que o nome fosse Conselho Municipal de Segurança Pública para que criássemos projetos sem as ações limitadas do Consepro", afirmou ele. O pedido foi encaminhado ao órgão, que deverá encaminhar resposta a Câmara.

 

Contas aprovadas

 

As contas do prefeito Léo Girardelo e seu vice na época, Wolney Vasconcellos, relativas ao exercício financeiro de 2016, foram aprovadas pelos vereadores. O parecer favorável do Tribunal de Contas do Estado (TCE) orientou a Câmara a votar por unanimidade o projeto. De acordo com o parecer do TCE, ocorreram somente falhas de natureza formal, não prejudiciais ao erário, bem como outras de controle interno, mas sem comprometimento das contas públicas. Os conselheiros ainda destacaram que a prefeitura siga somando esforços para cumprir as metas do Plano Nacional de Educação, recomendação que já havia sido feita no parecer que também aprovou as contas de 2015.

Câmara terá sessão com alunos do Jovem Aprendiz Rural no dia 20

 

Os alunos do curso Jovem Aprendiz Rural do Senar/RS em parceria com o Sindicato Rural de São Sepé serão vereadores por um dia na Câmara. A sessão plenária com os estudantes irá acontecer na próxima terça-feira, 20 de novembro, às 16h no plenário Gaspar Martins.

A iniciativa de convidar os alunos a participarem de uma sessão ao lado dos vereadores aconteceu depois que o grupo levou até a Câmara uma série de demandas e pedidos intitulados "O São Sepé que eu quero". Nos cartazes entregues aos parlamentares, na visita no final de agosto deste ano, estavam escritas reinvidicações de melhorias em diversas áreas como saúde, segurança e atenção aos jovens.

Agora eles terão a oportunidade de propor projetos e pedidos de providências que serão protocolados na secretaria da Câmara até um dia antes da sessão e depois discutirem as proposições em plenário e colocar em votação. Os pedidos dos alunos serão levados ao conhecimento do poder público. Iniciativa semelhante aconteceu em 2011, quando alunos das escolas de São Sepé participaram de uma sessão organizada pelo então presidente da Câmara na época, Tavinho Gazen (PDT). O atual presidente, Janir Machado (PP) destaca a importância da participação dos jovens. "Precisamos dar voz as demandas deles, temos que ouvir o que eles tem a nos dizer, pois são estudantes e acredito que será um momento muito especial para nós vereadores", afirmou Janir.

Projeto de Paulo Nunes que cria Semana da Acessibilidade e Inclusão é aprovado

 

A Câmara aprovou na sessão ordinária de terça-feira, 13, o projeto que cria a Semana de Acessibilidade e Inclusão no município. A proposição é de autoria do vereador Paulo Nunes (PSB)  que apresentou o projeto em outubro. Na justificativa do projeto, Nunes que é cadeirante, destaca que o objetivo da semana é sensibilizar e conscientizar a sociedade, o poder público e entidades privadas, sobre os direitos fundamentais da cidadania das pessoas com necessidades especiais ou deficiência. " Queremos desenvolver nas próprias pessoas com deficiências o interesse de buscar seu espaço no mundo, assumindo seu protagonismo na sociedade, deixando de ser objeto de filantropia e assistencialismo, para se tornar sujeito do meio onde estejam inseridas", justificou o vereador.

Fica determinado que a Semana de Acessibilidade e Inclusão será entre os dias 3 e 10 de dezembro de todos os anos, sendo que no dia 3 é a data internacional de pessoas com deficiência.

A acessibilidade é assegurada pela Constituição Federal e pela Lei Brasileira de Inclusão - LBI - que garante direitos através de ações e políticas públicas que eliminam as barreiras existentes.

Oportunidade: alunos vivem a experiência de serem vereadores por um dia

A Câmara reservou a tarde de terça-feira, 20, para um momento especial no plenário Gaspar Martins, quando onze alunos do curso Jovem Aprendiz Rural do Senar/RS em parceria com o Sindicato Rural de São Sepé, participaram de uma sessão plenária do estudante a convite dos próprios vereadores. A experiência serviu para os alunos conhecerem como é o funcionamento da Câmara além do trabalho que é feito durante as sessões ordinárias. Ao lado de cada vereador, os alunos apresentaram uma pauta com pedidos de providências que foram debatidos entre eles e ocuparam o espaço regimental do grande expediente com discursos em defesa das demandas, considerada por eles, importantes para o município.

No início da sessão, a tribuna livre foi ocupada pelo presidente do Sindicato Rural, José Aurélio Silveira, que falou sobre o curso que é desenvolvido em São Sepé e que já formou mais de 250 jovens aprendizes com formação E capacitação para o agronegócio. Silveira também falou sobre a sessão com os alunos do curso, destacando a oportunidade que eles tiveram de aprimorar seus conhecimentos e aprendizados. "Temos que fazer o diferencial, investir nos jovens, proporcionar a eles momentos como estes", afirmou ele.

 

Pedidos em prol de uma comunidade melhor

 

A pauta da sessão ordinária foi toda elaborada pelos próprios alunos. Entre os pedidos, os estudantes cobraram maior atenção dos poderes públicos municipais no Bairro Zenari, especialmente no tratamento de esgoto e na recuperação das ruas. A vereadora estudante Letícia Soares foi quem apresentou a proposição. "Sou moradora da localidade e sei dos problemas que enfrentamos, por isso meu pedido é este", disse ela. No mesmo sentido,  a vereadora estudante Maria Eduarda Rangel solicitou a criação de uma estação de tratamento de esgoto.

Os animais de rua também ganharam atenção nos pedidos. A vereadora estudante Antonielle Almansa cobrou maior fiscalização no descumprimento das leis municipais, especialmente quanto aos animais abandonados. Já Bruna Copês solicitou a realização de trabalho preventivo no controle de zoonoses no centro da cidade.

Os demais pedidos aprovados foram: a solução para a falta de medicamentos no município, feito pela vereadora estudante Aline Brum; a manutenção das estradas rurais, pedido da vereadora estudante Darleni Ferreira; a criação de mecanismos para a geração de emprego em São Sepé, feito pelo vereador estudante Samuel Oliveira; a construção de um abrigo no acesso ao Polo do Sindicato Rural, feito pela vereadora estudante Gabriela Pieniz e a criação e implementação do "Projeto Educa com Amor", feito pela vereadora estudante Tauane Gonçalves.

Todos os pedidos foram encaminhados a prefeitura e secretarias responsáveis. 

Câmara aprova piso salarial para professores municipais

Foi aprovado por unanimidade na sessão ordinária de terça-feira, 20, o projeto de lei que regulamenta a implantação do piso salarial nacional para todos os professores de São Sepé, incluindo os que estão em atividade e aposentados. A proposição tramitava na Câmara desde outubro e foi acompanhada de perto pela categoria, que lotou o plenário para assistir a votação dos vereadores e os discursos favoráveis a aprovação da matéria.

Previsto na Lei Federal 11.738 de 2008, o aumento dos vencimentos da classe é obrigatório a todos os municípios do Brasil. Um acréscimo mensal que poderá chegar a R$ 1.350 reais com um reflexo financeiro para São Sepé, somente dos professores ativos, de R$ 2 milhões e setecentos mil reais. A exposição de motivos do projeto, enviado pelo prefeito Léo Girardello, afirma que o governo atual nunca foi contrário o pagamento do piso, no entanto discorda da forma como foi implantado pelo Governo Federal na época. No texto diz que o piso "foi concebido sem a percepção que muitos municípios e próprios estados, já haviam instituídos Planos de Carreiras e Planos de Cargos e Salários, contemplando vantagens, em especial temporais e gratificações, que possuem como base cálculo Nível I Classe A, ou seja, início de carreira", dispõe o projeto.O documento, assinado pelo prefeito Léo, também afirma que o município possui um crescimento médio nos últimos cinco anos de 4,73%, o que é considerado muito acima da União e do Estado, o que tem permitido o pagamento de salários e encargos previdenciários em dia, sem atrasos.

A presidente do SIPROMUSS, Rosangela Figueira Aires, se disse satisfeita com a aprovação do projeto. "Tivemos muita cobrança mas o primeiro passo foi dado de muitos que virão ainda, trabalhamos de maneira tranquila, sempre com respaldo da assessoria jurídica", afirmou ela que também falou da presença dos professores na Câmara. "Conquistamos a confiança dos vereadores, estivemos aberto ao diálogo e queremos continuar acompanhando os trabalhos no legislativo", disse a professora que afirma que a categoria vive um momento especial no município.

O projeto de lei segue agora para a sanção do prefeito Léo, que também garantiu o pagamento imediato já na próxima folha salarial da prefeitura. 

Vereadores destacam aprovação do projeto sobre piso salarial dos professores

Antes da aprovação do projeto de lei que regulamenta o piso salarial dos professores municipais de São Sepé, os vereadores discursaram a favor da aprovação da matéria no plenário. O presidente da Câmara, Janir Machado, destacou a união dos professores que estiveram atentos ao projeto cobrando a adesão do mesmo. "Vimos uma classe unida e o sindicato está de parabéns pelo trabalho que fizeram",  disse o vereador. Quem também saiu em defesa do projeto, foi o vereador Gilvane Moreira (PP) que é sindicalista e falou sobre isto. "Chegamos a conclusão depois de muita conversa, somos um sindicalista nato e sabemos das necessidades", disse ele. O líder do governo Eto Vargas (PP) ressaltou a importância do diálogo entre a Câmara e a categoria. "Temos que reconhecer o valor dos professores que estiveram sempre unidos e foram parceiros na discussão do projeto", disse o vereador.

Professora aposentada, a vereadora Zilca Camargo (PDT) sempre esteve do lado da categoria durante as discussões do projeto. Durante sua fala, Zilca destacou a valorização da classe. "Só quem é professor sabe o trabalho que temos para levar o conhecimento as pessoas", afirmou. O mesmo foi destacado pela vereadora Maria Silveira (PP). "A importância do educador precisa ser respeitada, vejo aqui na plateia professores que foram dos meus filhos", disse ela.

Tavinho Gazen (PDT) lembrou que o pagamento era apenas feito através das decisões judiciais dos professores que ganhavam este direito. "Este projeto visa garantir o piso a categoria que antes era feito de forma coercitiva e no nosso entendimento vem para resolver essa questão", disse o vereador.

Élcio Teixeira (MDB) também fez menção a forma como a classe construiu o diálogo na Câmara. "Parabenizo os professores pela maneira como conduziram o processo, conversando para que nós tenhamos o bom senso na hora de votar", afirmou ele.

Já o vereador Paulo Nunes (PSB) destacou que a presença dos professores na Câmara precisa ser continuada. "Nós precisamos de mais vocês aqui lutando pelo saneamento básico dos alunos, da segurança deles, de políticas públicas que garantem que eles permaneçam em São Sepé", defendeu o vereador. 

Comissão Organizadora do ENESPREF 2018 será homenageada na Câmara

O vereador Renato Rosso (PP) aprovou uma moção legislativa com votos de reconhecimento e parabenização à Comissão Organizadora, pelo grande sucesso alcançado na organização do 26º Enespref, realizado de 14 a 18 de novembro em São Sepé.

O Encontro Esportivo das Prefeituras acontece todos os anos em uma cidade escolhida da região central do estado. Desta vez, São Sepé sediou o evento que contou com mais de duas mil pessoas participando de diversas modalidades esportivas, realizadas em instituições e clubes do município. O acampamento do evento foi no CTG Índio Sepé.

Renato justificou a moção lembrando a importância do evento para São Sepé. "Tivemos os hotéis lotados, uma ampla estrutura montada no CTG com mercado, praça de alimentação, rádio fone, foi um dos maiores encontros já organizados", destacou o vereador. "Além do mais tivemos uma grande movimentação financeira na cidade e a comissão merece nosso reconhecimento pelo árduo trabalho que tiveram para preparar o evento", afirmou Renato que participa há sete anos do Enespref.

 Foto: A.I Prefeitura de São Sepé 

Vereadores cobram explicações do DNIT sobre obras no trevo de acesso a RS-149 após acidente com mortes

O recente acidente no trevo de acesso a RS-149, no município de Formigueiro, que vitimou duas pessoas na manhã de terça-feira, 20, fez com que a Câmara encaminhasse um ofício cobrando esclarecimentos do DNIT sobre os depósitos de cargas de terra espalhados no local que estão atrapalhando o trânsito de veículos e a visibilidade dos motoristas. No documento, assinado pelo presidente Janir Machado (PP) e o vereador Gilvane Moreira (PP), consta ainda que seja analisado e tomadas as devidas providências para que não ocorram mais fatalidades no referido cruzamento e que seja feita uma melhor sinalização das obras no local, além da instalação de redutores de velocidade. De acordo com o vereador Janir, a necessidade das obras é importante no entanto é preciso estar atento à aplicação de medidas protetivas que garantam a segurança dos motoristas que trafegam diariamente na rodovia. O cruzamento já é conhecido por causar diversos acidentes com mortes além de ter uma péssima iluminação durante a noite. "O mínimo que tem que ser feito é uma ampla sinalização, pelo menos enquanto esteja ocorrendo a construção desta rota", afirmou Janir.

O vereador Gilvane Moreira citou o acidente com os colaboradores da Faculdade Metodista (FAMES) de Santa Maria e lamentou que os montes de terra podem ter sido a causa da fatalidade. "Estamos pedindo informações do porque aquela terra ali, a questão de visibilidade, quanto tempo vai se manter aquela obra em construção, porque algumas medidas precisam ser tomadas. Nós não queremos que outras pessoas sejam vítimas, perdendo sua vida, então vamos ter precaução", afirmou Gilvane.

O líder do governo, Eto Vargas (PP) também falou sobre os transtornos com a  obra no local conhecido também como "trevo da encruzilhada". "Passo duas, três vezes por semana e não tinha sinalização, não tinha tanto no sentido São Sepé-Santa Maria, como no sentido Formigueiro-São Sepé, não tinha faixas, não tinha luminárias, na noite principalmente, aqueles montes de terra e por esse motivo duas vidas foram", disse o vereador.

Homenagens em plenário destacam Enespref 2018 e músico da Mata Grande

A história da colonização italiana em São Sepé foi lembrada durante a homenagem ao músico Alex Casanova, proposta pelo vereador Lauro Ouriques (PPS) e entregue na sessão ordinária de terça-feira, 27. Sepeense, Alex faz parte do grupo gaúcho Mate Novo e também é uma das pessoas que faz o resgate histórico da localidade da Mata Grande, berço dos imigrantes italianos no município. Emocionado com a moção legislativa, ele agradeceu o reconhecimento pelo seu trabalho através da música, o que já lhe rendeu prêmios em festivais nativistas, incluindo  o Sinuelo da Canção Nativa, e lembrou a importância de preservar a história da localidade onde passou sua infância e vida. "Temos que cuidar da Mata Grande, os pais precisam contar as histórias aos filhos, temos que continuar trabalhando para que isto não se perca", disse Alex.

O resultado depois de dias de trabalho no Encontro Esportivo das Prefeituras (Enespref) também foi motivo de reconhecimento por parte do vereador Renato Rosso (PP) que fez a entrega de uma moção para toda a comissão organizadora do evento. Entre os dias 14 e 18 de novembro, quase duas mil pessoas circularam no município, vindas de 22 cidades da região central. Foram realizadas diversas atividades esportivas em clubes da cidade, além do Pamade e Ginásio Municipal. O CTG Índio Sepé foi a sede dos acampamentos das delegações. "Tivemos muito trabalho, foi cansativo, mas agora a gente percebe a grandiosidade do evento e só foi possível graças ao empenho de todas as pessoas que estiveram junto conosco nesta missão", destacou Maricelda Rossato, representante da comissão.

O presidente da Câmara, Janir Machado, reafirmou a importância das homenagens entregues em plenário. "São momentos como este que a gente valoriza o trabalho das pessoas que se dedicam por nossa cidade", finalizou o vereador.


Vereador Gilvane Moreira destaca Dia do Evangélico no município

O vereador Gilvane Moreira (PP) ocupou a tribuna da Câmara para lembrar de uma data importante no município. O Dia do Evangélico, conforme a lei municipal 3583/2015, que neste ano foi celebrado no domingo, 25, na praça das Mercês. A atividade foi promovida pelas igrejas evangélicas do município. A programação contou com celebrações, música ao vivo, louvores, mateada e participação de músicos das igrejas locais. Gilvane lembrou da aprovação do projeto na Câmara. Na época, segundo ele, um dos pilares para que fosse criado um dia especial foi uma conversa com a então promotora Cíntia Foster que questionou o porque das igrejas evangélicas terem um alto número de jovens fora da drogadição. Com isto, o vereador levou até a Câmara o projeto para ser criado e depois aprovado por unanimidade. "O dia do Evangélico acabou nascendo de um grande debate na época com o Ministério Público quando o poder público foi chamado para discutir o combate às drogas em São Sepé", recorda Gilvane, que esteve participando do evento na praça das Mercês e se mostrou contente com o alto número de pessoas que estavam no local. Além disto, na época em que o projeto foi proposto, a expansão da comunidade evangélica em São Sepé apontava para a necessidade de um espaço para a divulgação das ações desenvolvidas pelas igrejas sediadas no município sepeense.

 

Câmara aprova moções a grupos de dança e mais sete pedidos de providências

A ordem de votação da sessão ordinária de terça-feira, 27, aprovou três moções legislativas. Duas delas para os grupos de dança CAAMI Folclore e Arte Nativa e Tio Mino, do CTG Ronda Crioula. Ambos disputaram a final do ENART, no dia 18 de novembro em Santa Cruz do Sul. O evento é considerado o maior festival de arte amadora da América Latina. Os grupos sepeenses se classificaram na Força B. O CAAMI terminou na oitava colocação enquanto o Tio Mino ficou no 15º lugar. As proposições das homenagens são de autoria dos vereadores da bancada do PDT, Tavinho Gazen e Zilca Camargo. A mesa diretora da Câmara encaminhou uma moção para o Índio Sepé CTG, com votos de parabenização à patronagem pelos relevantes serviços prestados na realização do 26º ENESPREF, ocorrido no município de 14 a 18 de novembro.

As moções serão entregues na próxima terça-feira, 4 de dezembro, a partir das 18h.

 

Pedidos por iluminação, limpeza de ruas e demandas do Vereador Estudante

 

A sessão plenária realizada com os estudantes do programa Jovem Aprendiz Rural resultou em uma série de demandas que foram encaminhadas em forma de pedidos de providência pela Câmara à Prefeitura. Já os vereadores Lauro Ouriques e Zilca Camargo protocolaram quatro pedidos de providências na secretaria da Câmara. O primeiro deles solicita a reposição de lâmpadas em ruas do Bairro Zenari. Depois cobraram do Executivo estudos para a cedência de terreno para a criação e instalação de brinquedos de uso comunitário, melhorias no escoamento de águas pluviais e desobstrução de bueiro na Rua Florindo de Freitas Simões, também no Bairro Zenari, a limpeza do passeio público na rua Coronel Chananeco e reparos no trecho não pavimentado da rua João Henrique Frantz, no Bairro Pontes.

O vereador Renato Rosso (PP) solicitou a colocação de luminária nas proximidades do Mercado do Márcio, no Cerrito do Ouro. Paulo Nunes (PSB) pediu a confecção de bicicletário modelo para instalação em pontos da cidade. O vereador Tavinho Gazen (PDT) solicitou a inclusão do "Dia Nacional da Consciência Negra" no calendário oficial de eventos do município, conforme determina a lei municipal nº2.843/2007 de autoria do ex-vereador Caio Vidal.

Todos os pedidos foram encaminhados para as secretarias responsáveis. 

Vereadores vistoriam trevo de acesso a RS-149 e rejeitam as mudanças feitas no local

Depois de encaminharem um ofício ao DNIT na semana passada, o presidente da Câmara, Janir Machado e o vereador Gilvane Moreira (PP) fizeram uma vistoria no trevo de acesso a RS-149, na BR-329. No local, eles puderam constatar que as recentes modificações feitas no cruzamento dificultaram ainda mais o tráfego de caminhões e veículos, oferecendo maior perigo aos motoristas que passam na rodovia diariamente. Outra grande preocupação dos parlamentares é o início do funcionamento da usina termelétrica, já que o trevo é o único acesso ao local. Depois de estar operando normalmente, a usina receberá 20 carretas por dia, que serão modelos adaptados para o carregamento da casca de arroz.

Em conversa com o engenheiro da usina, João Paulo Pinto, ele explicou que estes veículos medem em torno de 15 metros de comprimento e as mudanças o trevo preocupam não só os motoristas, mas também toda equipe da usina. “Já tivemos acidente com funcionários após as modificações e hoje a nossa preocupação é com acesso das carretas que irão transitar pelo local", justifica Pinto que também explicou aos vereadores a maneira como é feito o ingresso através do trevo até a ponto de descarga. "Vocês observando, a carreta deve entrar à esquerda e diminuir drasticamente a velocidade, causando perigo para quem vem atrás que não tem recurso para desviar, perigando um grave acidente", afirmou ele.

Mesmo tendo encaminhado o ofício, os vereadores devem se reunir com representantes do DNIT e da usina, afim de solicitarem mudanças urgentes no trevo. O presidente Janir destaca que a urgência da demanda é exclusivamente evitar que novos acidentes com mortes venham a acontecer no local.  “A nossa intenção é atender ao pedido da empresa (usina) e principalmente estancar os acidentes. A partir de agora, vamos procurar o DNIT para entender como é o projeto inicial do trevo", disse o vereador. O mesmo foi defendido por Gilvane Moreira que fez sugestões para as novas adaptações no local. “Tem que ter mais faixas para os veículos passarem, um ao lado esquerdo para acesso a Usina, uma de tráfego em direção a Santa Maria e uma terceira para o acesso a Formigueiro", disse ele.

Em breve, os vereadores juntamente com o engenheiro da usina devem se reunir em Santa Maria no DNIT para debaterem a situação do trevo.

 

Noite de homenagens na Câmara destaca danças gaúchas, esporte e produção de eventos no município

A cultura gaúcha e o esporte tiveram seu momento de destaque na Câmara de Vereadores, na terça-feira, 4, durante a entrega de sete moções legislativas no plenário Gaspar Martins. As homenagens foram aprovadas ao longo do ano e entregues em sessão especial com as cadeiras ocupadas pelos homenageados que em seus discursos cobraram maior atenção do poder público para projetos de incentivo a cultura em São Sepé.

Finalistas do Encontro de Arte e Tradição Gaúcha - ENART - 2018, o maior festival de dança amadora da América Latina, os grupos de danças CAAMI Folclore e Arte Nativa e CTG Ronda Crioula - Tio Mino - receberam moções pela participação no evento e classificação a grande finalíssima, que aconteceu no domingo, 18 de novembro, em Santa Cruz do Sul. O feito de terem disputado no tablado da Força B do ENART foi destacado pelos presidentes de ambos os grupos, Fátima Wegner e Anderson dos Santos, que mencionaram a persistência dos dançarinos, o envolvimento da comunidade e garantem que para 2019 os sonhos são mais altos ainda. A autoria das moções foi dos vereadores da bancada do PDT, Tavinho Gazen e Zilca Camargo.

A dança gaúcha também esteve representada através do Grupo Folclórico Calhandra que neste ano completou 25 anos de fundação. O vereador Tavinho Gazen foi quem prestou a homenagem ao grupo e fez a entrega da moção para a presidente Magaly Ilha, que falou da emoção de estar a frente da entidade que propicia momentos de integração entre pais e filhos, além da formação do caráter de cada um deles. Um vídeo com depoimento gravado por um ex-integrante do Calhandra, que hoje mora nos Estados Unidos, rodou antes da homenagem.

O Baita Chuleador 2018, Pedro Elias Almeida, também foi agraciado com uma moção de autoria do vereador Eto Vargas (PP) que justificou a homenagem devido ao grande destaque do jovem nos concursos de chula no estado. Recentemente, Pedro venceu o concurso de chula disputado em Santa Maria e organizado pela RBS TV. No ENART, em novembro, ele ficou entre os dez melhores do Rio Grande do Sul. Ele é dançarino do CAAMI e dedicou a homenagem ao grupo e a família.

O CTG Índio Sepé foi homenageado pelo presidente da Câmara Janir Machado (PP) pelos relevantes serviços prestados durante a cedência do espaço para a realização do 26º ENESPREF, realizado entre os dias 14 e 18 de novembro em São Sepé, reunindo cerca de duas mil pessoas na sede da entidade. O patrão Airton Bastos recebeu a moção e lembrou do trabalho que foi feito para que o evento fosse bem sucedido.

Um dos discursos mais aplaudidos durante a sessão, foi do presidente do Esporte Clube Cristo Rei, Jonas Flores, que recebeu a moção pela conquista do futebol de campo de São Sepé. A autoria foi dos vereadores Lauro Ouriques (PPS) e Eto Vargas (PP). Jonas pediu que o poder público olhe com mais cuidado para o esporte sepeense e lembrou que a ação que é feita no bairro onde mora, além de ter rendido pela primeira vez um título importante, também é fator determinante para combater a drogadição.

O sucesso dos eventos realizados pelo MC Produções também foi destaque na sessão. A empresa que é de São Sepé é responsável por organizar diversos shows em cidades da região, além do município, o que tem gerado bastante renda e visibilidade para a cidade. O vereador Paulo Nunes (PSB), proponente da moção, ressaltou a importância de homenagear pessoas que contribuem para o desenvolvimento do município, como é o caso do MC. Os empresários Márcio Santos e Karini Bagolin receberam a moção e falaram sobre a realização dos eventos que a produtora organiza, movimentando a cidade com a massiva participação das pessoas.

Com isto, a Câmara encerra o ano com um total de 17 moções entregues a pessoas e entidades de classe do município. 

Presidente da Câmara recebe a visita do ex-prefeito de Vila Nova Sul

O presidente da Câmara, Janir Machado (PP) recebeu na manhã de terça-feira, 4, a visita do ex-prefeito de Vila Nova do Sul, Sérgio Coradini. No gabinete da presidência os dois fizeram uma rápida avaliação do cenário político na região, já planejando os próximos passos para a eleição de 2020. "O Janir é um grande parceiro, sempre tivemos uma relação muito amistosa", destacou o ex-prefeito.

Coradini comandou a prefeitura de Vila Nova entre os anos de 2009 e 2016. Após deixar a prefeitura, ele tem se dedicado a projetos pessoais e não descarta a possibilidade de concorrer novamente no próximo pleito.

Vereadores seguem acompanhando as obras no trevo da RS-149

O presidente da Câmara, Janir Machado (PP) esteve novamente visitando as obras do trevo de acesso a RS-149, na manhã desta quarta-feira, 5. No local, o vereador constatou que foram feitas novas mudanças nos últimos dias, o que irá facilitar o trânsito de veículos, principalmente de carretas que vão descarregar a casca de arroz na usina termelétrica, que entrará em atividade no próximo dia 18 de dezembro.

Janir tem acompanhado de perto as obras no trevo. Ele e o vereador Gilvane Moreira (PP) encaminharam ofício ao DNIT cobrando explicações do projeto inicial e solicitando urgentes reparos no local. A demanda tem sido em razão do funcionamento da usina, que irá aumentar o tráfego de veículos pesados e também evitar mais acidentes no trevo, com vítimas fatais. No último fim de semana foi registrada mais uma colisão sem gravidade, entre dois veículos.

Outra expectativa aguardada pelos vereadores é a instalação de dois redutores de velocidade na BR-392, nos dois sentidos da rodovia. "Vamos seguir vistoriando o local já que temos a demanda dos engenheiros da usina mas também das pessoas que passam ali diariamente e sabem da necessidade de um trevo mais seguro", destacou o presidente. 

Presidente da Câmara recebe convite para inauguração da Usina Termelétrica São Sepé

Há poucos dias do início das operações da Usina Termelétrica São Sepé, a presidência da Câmara recebeu de forma oficial o convite para a inauguração do maior empreendimento privado do município, entregue pelo secretário municipal de Desenvolvimento Econômico, Sandro Brum, que na ocasião representou também a CRERAL, cooperativa que construiu e administrará a usina. O presidente Janir Machado destacou a importância da unidade para o município e deste momento tão aguardado pelos sepeenses. "Será um grande marco para nossa cidade e também para a história", ressaltou o vereador.

A data e hora para o início das atividades estão marcadas para 18 de dezembro, às 11h30min, no local das instalações da usina, na RS-149, km 02. Antes os convidados terão uma visitação guiada e após a solenidade um almoço receptivo.

O governador José Ivo Sartori será um dos convidados para o evento, como também o governador eleito, Eduardo Leite. Além deles, outras autoridades e lideranças locais e da região estarão presentes no ato.

A usina é um dos maiores empreendimentos da região central do estado.

 

 

Capacidade

 

A unidade terá potência instalada de oito megawatts. A termelétrica começou a ser construída em julho de 2016 e poderá abastecer até 31 mil domicílios – o que deve atender, na prática, entre 100 mil e 120 mil pessoas. Para produzir energia, a usina utilizará mais de 70 mil toneladas de casca de arroz.

São Sepé tem pouco mais de 24 mil habitantes. A projeção é que, quando a usina passe a operar, todo o município tenha capacidade de ser coberto pela energia produzida pela termelétrica.

 

 

Paulo Nunes é eleito presidente da Câmara de Vereadores

 

Em uma eleição marcada pelo consenso geral dos vereadores, Paulo Nunes (PSB) foi eleito o novo presidente do legislativo para o mandato de 2019. Por unanimidade no plenário, o destaque da votação ficou por conta da mesa diretora pluripartidária. Desta forma, Nunes terá ao seu lado como vice-presidente, o vereador Janir Machado (PP) e a secretária Maria Silveira (PP). Ainda compõem a chapa, Zilca Camargo (PDT) 2ª vice-presidente e Élcio Teixeira (MDB), 2º secretário.

Nos discursos, os parlamentares desejaram sucesso ao trabalho de Paulo no comando da Câmara e ressaltaram a importância do diálogo entre os vereadores como agenda positiva para a comunidade. O vereador assume a presidência em 2 de janeiro, durante o recesso parlamentar.

 

Quem é o novo presidente?

 

Paulo Getúlio Domingues Nunes tem 35 anos, é cadeirante e está em seu segundo mandato como vereador. Atualmente ocupa o cargo de secretário na Câmara. Em 2016 foi reeleito com 515 votos e tem um trabalho voltado para as políticas públicas em defesa da inclusão das pessoas com deficiência e a promoção da cultura em diversos segmentos. Em novembro esteve a frente das atividades que lembraram o Dia das Consciência Negra. Nos bairros da cidade tem uma atuação forte sempre buscando ocupar os espaços públicos levando a música, a integração e ouvindo as demandas dos moradores.

Neste ano, ele foi responsável por articular a aprovação do projeto que regulamentou a atividade dos táxis no município, buscando conversar com a categoria e comunidade através de reuniões e audiência pública. Nunes também aprovou o projeto que cria a Semana da Acessibilidade e Inclusão no município e recentemente tem voltado suas atenções para a pauta dos animais de rua na cidade.

Uma de suas últimas campanhas de inclusão é alertando as pessoas para as calçadas bem cuidadas e alinhadas, diminuindo os riscos para as pessoas cadeirantes, a exemplo do vereador.

Coral Vertente de Prata apresenta canções de Natal na Câmara

 

Um gesto bonito e de agradecimento tem levado o Coral Vertente de Prata a diferentes lugares da cidade. Na manhã de terça-feira, 11, o grupo se apresentou no plenário da Câmara de Vereadores para os funcionários e estagiários. Cantando canções de Natal, a ação de acordo com o regente Ney Beck, é para saudar as festas de fim de ano que se aproximam. Na segunda-feira, 10, o Supermercado Cotrisel recebeu o coral para sua apresentação. No decorrer da semana outras empresas e órgãos públicos serão visitados com a bonita apresentação do coral, que emociona quem assiste.  

Prefeito e presidente da Câmara falam em parceria entre os Poderes

O prefeito de São Sepé, Léo Girardello, e o presidente da Câmara de Vereadores, Paulo Nunes, tiveram uma audiência na sexta-feira, 18, no legislativo. Girardello deu as boas-vindas ao novo presidente da Casa, que iniciou os trabalhos há algumas semanas.

O prefeito ainda se colocou a disposição da legislativo sempre que preciso se fará presente para debates, tirar duvidas e ouvir sugestões. Nunes disse que acredita na construção através do debate e da participação da comunidade e acenou que sempre que necessário vai solicitar a visita do prefeito.

Os dois líderes destacaram a independência dos poderes, a transparência na gestão pública, comprometimento com a comunidade e a busca para a solução dos problemas. “Encontros futuros com secretários para avaliação de governo e cronogramas de ação serão realizados “, sintetizou o presidente da câmara.

Câmara é destaque em votação do prêmio "Mulheres de Ouro"

Foram divulgados nesta semana os resultados da votação que elegeu as vencedoras do prêmio Mulheres de Ouro 2018 em São Sepé. Maria Silveira (PP) foi escolhida na categoria vereadora, enquanto Cláudia Calil Tonetto venceu como assessora de bancada.  

Esta é a primeira vez que o prêmio elege representantes femininas.Em novembro do ano passado, foram entregues os destaques para os homens do município, na edição GoldMan.

Os prêmios serão entregues no dia 14 de abril, em um jantar baile, no Clube do Comércio, juntamente com os destaques de Caçapava do Sul.

Câmara irá debater em audiência pública regulamentação dos serviços de táxi no município

Está marcado para amanhã, 28, às 19h, na Câmara de Vereadores, uma audiência pública que irá debater sobre o projeto de lei que regulamenta os serviços de táxi em São Sepé. A ideia da reunião foi sugerida pelo vereador Paulo Nunes (PSB), com o objetivo de expor à comunidade a proposta da norma que deve ditar as regras deste tipo de transporte privado no município.

A proposição, de autoria da prefeitura, tramita na Câmara desde dezembro de 2015 e busca adequar a legislação local às novas diretrizes da Lei Federal que responsabiliza os municípios a decidirem sobre a organização e prestação do serviço. Em novembro do ano passado houve uma nova tentativa de colocar em votação o projeto, mas um pedido do vereador Paulo Nunes fez com que a matéria fosse retirada de pauta. O motivo, segundo ele, seria a necessidade de um estudo mais aprofundado, ouvindo a categoria.

Nunes, que tem lutado pela implantação de um táxi adaptado no município, para transporte de pessoas com deficiência, tem interesse especial na matéria, e busca dar celeridade ao processo. “É de extrema importância que este projeto seja votado nas primeiras sessões do ano, mas é um projeto de grande impacto à comunidade e precisamos ouvir todos os interessados”, salientou o vereador.

Em janeiro de 2018, Nunes promoveu duas reuniões entre representantes dos taxistas e os vereadores. Em uma das ocasiões, o projeto foi lido na íntegra, e os representantes da categoria tiveram a oportunidade de colocar aos vereadores suas observações.

Após a audiência pública, os vereadores deverão analisar as emendas que acharem pertinentes e o projeto passará a tramitar dentro das comissões da Câmara. Depois disto, o projeto será reapresentado com as emendas, se forem propostas, e votado em uma única sessão.

 

O que prevê a proposta original

 

- Fim dos chamados “táxis itinerantes” (que não têm ponto fixo):

 Os táxis que prestam este serviço atualmente deverão ser redistribuídos nos pontos já existentes ou serão criados novos pontos.

 

-Carteira de Licença Individual:

Aos motoristas, funcionários ou titulares da permissão, o projeto prevê a exigência de Carteira de Licença Individual. O documento será expedido pela prefeitura e deverá ficar exposto aos usuários no automóvel que presta o serviço.

 

-Tempo de permissão:

 O projeto limita o tempo da permissão em 35 anos, sem possibilidade de prorrogação ou transferência para outra pessoa. Em caso de falecimento do permissionário, o direito de exploração do serviço poderá ser repassado a cônjuge ou demais familiares.

Legislativo institui Comissão Especial para revisão e atualização da Lei Orgânica e Regimento Interno da Casa

Legislativo institui Comissão Especial para revisão e atualização da Lei Orgânica e Regimento Interno da Casa

Câmara Municipal de São Sepé

A Câmara Municipal de São Sepé criou comissão especial, formada por seis Vereadores, para revisar e atualizar a Lei Orgânica do Município e o Regimento Interno da Casa de Leis. A Resolução da Mesa Diretora foi publicada na terça-feira (08). O prazo de conclusão do trabalho é estipulado seguindo as disposições do Regimento Interno da Casa.

A Lei Orgânica do Município, como o Regimento Interno da Câmara Municipal, com o passar do tempo, têm seus conteúdos defasados, em razão de três situações: alterações constitucionais, decisões do Poder Judiciário e modificações locais, como, por exemplo, a evolução do município e o acúmulo de experiência na aplicação das referidas Leis.

Segundo o Presidente Paulo Nunes, o objetivo é modernizar e aprimorar o sistema do regimento da Câmara de Vereadores de São Sepé. “Este é o caminho mais democrático para tal atualização, pois sua apreciação será submetida ao Plenário, proporcionando um debate mais amplo e detalhado sobre o assunto. Ainda os estudos devem estudar e apontar as mudanças necessárias na Lei Orgânica do Município e no Regimento Interno da Casa”, ressalta.

Fazem parte da Comissão especial os vereadores Renato Rosso, Eto Vargas e Maria da Silveira, ambos do PP, Tavinho Gazen (PDT), Élcio Teixeira (MDB) e Lauro Ouriques (PPS). O desempenho das funções entre os membros e a forma da composição da Comissão deve seguir as disposições constantes no Regimento Interno da Casa.

 

Paulo Nunes busca dados para criar coordenadoria para as associações de moradores

Buscando alternativas para o desenvolvimento no meio urbano de São Sepé, o presidente da Câmara de Vereadores Paulo Nunes, reuniu-se com o coordenador das Associações de Produtores Rurais e presidente do Conselho Municipal do Desenvolvimento Rural Jorge Piterini, na manhã de quarta-feira, 09.

O objetivo do encontro foi de buscar conhecimentos e detalhes sobre o trabalho das Associações de Produtores Rurais e das políticas desenvolvidas pelo grupo, onde a função principal é a organização e coordenação dos trabalhos agrícolas, com o alvo de aumentar a produção dos pequenos produtores rurais.

Paulo Nunes deseja formar coordenadorias das associações de moradores na área urbana para desenvolver e fortalecer ainda mais a participação popular e ajudar no desenvolvimento do município com organização e planejamento. Segundo ele, o objetivo é de debater programas e atividades dos bairros com associações formadas e formalizar os que ainda não tem. “Nossa finalidade é de buscar conhecimento das atividades, e achar alternativas dentro da nossa capacidade de atuação, entregando melhores serviços de uma forma justo com cronogramas e organização”, ressalta.

O debate também se estendeu sobre políticas públicas no meio rural, conservação de estradas, fortalecimento de escolas núcleo e oportunidades de passar ainda mais conhecimento aos pequenos agricultores para assim as propriedades terem uma melhor gestão, Piterini que tem muita experiência em organização de associações explanou as inúmeras vantagens de se trabalhar organizado. “Associações unidas tem mais força para reivindicar melhores estradas, e assistência técnica da Emater, além de pedir apoio ao executivo municipal”, lembra Piterini.

O município conta hoje com 25 associação de produtores rurais que desenvolvem agricultura familiar, distribuídas nos cinco distritos do município, onde atende centenas de famílias rurais em atividades de diversificação da pequena propriedade, com a produção em Ovinocultura, Hortifrutigranjeiros, Apicultura, Piscicultura, Bacia Leiteira, Vitivinicultura, Pecuária e incentivo a Agroindústria e estrutura da propriedade.

Câmara economiza cerca de 1,5 Milhão em 2018

“Foi um ano diferente, pra nós que entramos na política há dois anos, e já presidente da Casa logo no segundo ano. No entanto, buscamos entre os colegas formar uma mesa pluripartidária, onde nos proporcionou um maior entendimento entre os vereadores e o andamento da Casa Legislativa”.

  

Durante a legislatura do vereador Janir Machado como presidente da Câmara de Vereadores de São Sepé, o Legislativo Municipal em 2018 economizou cerca de 1,5 milhões de reais durante o ano, além de implantação de Leis importante como a do Plantão 24 horas para as farmácias. O ex-presidente avaliou seu mandato como enxuto com o dinheiro público e preciso com as demandas enviadas a Casa.

“Nosso principal objetivo sempre foi manter as contas em dia, ter uma gestão completamente enxuta, onde no início do mandato deixamos nos cofres da Prefeitura R$ 1.366,000,00 reais, após devolvemos mais R$ 70.000,00 reais, dinheiro que é de direito da Câmara, mas conseguimos economizar durante o ano, e deixamos nos cofres municipal para ser gasto com melhorias para o município. Além deste valor, foi pago a compra de computadores, adquiridos ainda em 2017, mas pago em 2018”, explica o Vereador.

Segundo o vereador, este valor só foi conquistado com a economia de diárias. “Como gestor consegui diminuir cerca de 80% das diárias junto aos vereadores e aos funcionários da Casa”, ressalta. Durante o ano foi feito alguns investimentos no prédio da Câmara de Vereadores, como a implantação de câmeras de segurança, restauração e reforma do telhado, além da revisão dos ar-condicionado, serviços essenciais e que custa muito dinheiro para os órgãos públicos.  

Janir Machado ainda citou algumas ideias que não conseguiu implantar na Casa, como a instalação de placas solares para a economia na energia elétrica e da informatização da Câmara de Vereadores, onde teria uma melhor comunicação entre o Legislativo e o Executivo. “Tivemos a oferta de instalar placas solares na Casa, mas na épocas não tivemos interesse e hoje me arrependo. Outro sonho que deixei de realizar é a implantação de um sistema de informatização, que contribuiria na comunicação entre o Legislativo e o Executivo, e economizaríamos no gasto com folhas de oficio por exemplo”, esclarece.

O vereador ainda mencionou sobre a luta de buscar o valor mais baixos entre as empresas prestadoras de serviços em São Sepé. “Tivemos muita dificuldade em conseguir preços justos para alguns serviços. As empresas imaginam que o setor público é o pote de ouro e acabam cobrando uma fortuna pelos serviços e isso não poderia acontecer. Por exemplo, teve empresa que cobrou uma absurdo só para revisar o sistema de ar-condicionado, e com a metade do valor cobrado, conseguimos revisar o sistema, reformar o telhado e arrumar escoamento das água de chuva com uma outra empresa”, reclama.

Conforme o vereador, foi implantado diversos Projetos de Lei de autoria da Mesa Diretora entre elas a implantação do Sistema de Plantão 24 horas de Farmácias e Drogarias no Município, também da autorização ao Poder executivo a disponibilizar Cascalho aos Produtores Rurais de São Sepé, além da busca por Pediatra para o município.

Durante o ano foram apresentadas centenas Matérias Legislativas, onde garante a legitimidade das leis e dos atos normativos do Município. Entre os mais apontados foram os Pedidos de Providência que somou 225 pedidos pelos Vereadores e 66 Projetos de Lei Orgânica.

Segue as Matérias Legislativas:

Emenda Aditiva – 05 matérias

Emenda Modificativa – 34 matérias

Emenda Supressiva – 05 matérias

Emenda à Lei Orgânica – 01 matéria

Indicação – 26 matérias

Moção – 17 matérias

Pedido de Informação – 38 matérias

Pedido de Providência – 225 matérias

Projeto de Decreto Legislativo – 09 matérias

Projeto de Lei Orgânica – 66 matérias

Projeto de Resolução – 06

Requerimento – 10 matérias

Subemenda – 04 matérias

Substitutivo – 01 matéria

Veto – 02 matérias

Vereadores aprovam reajuste nos salários dos servidores públicos e professores municipais

Os vereadores aprovaram na sessão de quinta-feira, 17, o reajuste sobre os salários dos servidores municipais da Prefeitura e da Câmara de Vereadores de São Sepé. Outro Projeto Lei – PL apresentado, atualiza o valor do Piso Salarial do magistério sepeense para o exercício de 2019.

Na pauta foram apresentados dois projetos de revisão salarial aos poderes Executivo e Legislativo.  A revisão concede a reposição salarial e ao aumento real aos servidores no valor de 3,75%, no qual repassa na forma de revisão inflacionária, ou seja, mantendo os valores normais dos vencimentos. Também é concedido aos servidores de ambos os poderes o aumento real de 0,42%. Para o Poder Legislativo, este aumento não será implementado aos salários dos Vereadores da Casa.

Os vereadores Tavinho Gazen e Zilca Camargo, ambos do PDT, apresentaram uma emenda modificativa que alteraria o texto da Lei 05/2019 e incorporaria a Fundação Cultural ao PL. Segundo os vereadores a emenda visa clarear a redação da emenda do projeto, especificando que o reajuste iria recair nos vencimentos do Poder Executivo e da Fundação Cultural. “Esta emenda é somente uma contribuição da Casa Legislativa ao PL, e que indicaria os servidores da Fundação Cultura”, explica. Já para os Vereadores Gilvane Moreira e Renato Rosso (PP), a emenda não modifica em nada o projeto, pois os servidores da Fundação Cultural fazem parte da folha salarial do Executivo municipal. “A folha salarial é única dentro do Poder Executivo, no qual também engloba os servidores da Fundação Cultural, neste caso, esta emenda não tem valia nenhuma dentro do Projeto”, ressalta Gilvane Moreira. O vereador Renato Rosso ainda contribuiu citando o Parecer Jurídico da Casa, no qual  alega que a modificação é prevista dentro do regimento interno e prevê a possibilidade de alterar o corpo da Lei em sua redação final, o que torna sem sentindo a emenda apresentada.

A Emenda Modificativa 01/2019, foi reprovada por 5 a 4. Votaram contra a emenda os vereadores Janir Machado, Maria Silveira, Eto Vargas, Renato Rosso e Gilvane Moreira, ambos do PP.

O último Projeto de Lei apresentado foi o de nº 06/2019, no qual atualiza o valor do Piso Salarial do magistério de São Sepé para o exercício de 2019. O valor que acompanha o Piso do Magistério Nacional passará para R$ 1.406,75 reais, para carga horária de 22 horas semanais, que é traduzida para a carga horária do município.

Os vereadores do PDT Tavinho Gazen e Zilca Camargo também apresentaram uma Emenda Modificativa ao Projeto nº 06/2019, no qual visa especificar o real sentido do PL, na razão direta da competência do Poder executivo em dispor sobre o Magistério Público Municipal. “Esta emenda serve para dar sentido ao Projeto, onde em São Sepé temos professores em diversas esferas, como municipal, particular, estadual e federal. Por isso especificar melhor o sentido”, reedifica.

A Emenda foi aprovada pelo placar de 5 a 4, contrariando o parecer jurídico da Casa, no qual, cita que a emenda se torna redundante e que poderá ser modificada na redação final do PL. Votaram a favor os vereadores Elcio Teixeira (MDB), Tavinho Gazen e Zilca Camargo (PDT), Lauro Ouriques (PPS) e Maria Silveira (PP).

Apesar das emendas apresentadas, todos os Projetos de Leis foram aprovados por unanimidade pelos Vereadores presentes.

Estagiários municipais de São Sepé participaram de palestra

Na manhã de quinta-feira, 24, na Câmara de Vereadores de São Sepé, aconteceu uma palestra de representantes do Centro de Integração Empresa-Escola (CIEE), para estagiários da Prefeitura e Câmara de Vereadores do município. Na ocasião foi apresentada a parte institucional da Associação, além dos direitos e obrigações dos estagiários. Também dúvidas foram tiradas, em relação ao estágio por parte dos presentes.
Segundo o presidente do Legislativo, o encontro serviu para mostrar os pontos importantes dos estagiários. "Hoje promovemos juntamente com o CIEE, uma apresentação das metas e objetivos dos estágios concedidos pela Câmara de Vereadores e Prefeitura Municipal. O objetivo foi explanar pontos importantes como conduta e qualidade na execução das atribuições dos estagiários," ressaltou.

Vereadores participam da abertura da 5ª edição da Festa da Uva de São Sepé

Durante os dias 25 e 26 de janeiro, ocorreu a 5ª edição da Festa da Uva de São Sepé. O evento foi realizado na Praça Municipal e teve a participação de diversas autoridades locais e regionais durante as festividades.

O presidente do Legislativo Paulo Nunes e os vereadores Lauro Ouriques, Gilvane Moreira, Tavinho Gazen, Maria Silveira, Zilca Camargo, Janir Machado, Elcio Teixeira e Renato Rosso estiveram presentes durante a abertura oficial da Festa.

Os discursos foram marcados pelo reconhecimento à iniciativa que em 2013 projetou a realização de uma festa voltada a vitivinicultura no município sepeense. Falaram representantes da Emater, Câmara de Vereadores, Sindicato dos Trabalhadores Rurais, Fundação Cultural, Prefeitura de São Sepé e Associação de Vitivinicultores Sepé Tiaraju. O padre Gerson Gonçalves deu um bênção ao final da solenidade de abertura.

No total onze expositores vinculados à Associação de Vitivinicultores Sepé Tiaraju venderam seus produtos derivados da uva.

Paulo Nunes assume com o compromisso de aproximar o Legislativo com a comunidade

Em solenidade na Câmara de Vereador de São Sepé, tomou posse como presidente do legislativo o parlamentar Paulo Getúlio Domingues Nunes (PSB). O ato ocorreu na sala da presidência na manhã de quarta-feira, dia 02 de janeiro, com a presença dos vereadores, funcionários, familiares e amigos.

Além de Paulo Nunes, a nova Mesa tem como vice-presidente o vereador Janir Machado (PP) e a secretária Maria Silveira (PP). Ainda compõem a chapa, Zilca Camargo (PDT) 2ª vice-presidente e Élcio Teixeira (MDB), 2º secretário.

Durante a posse os vereadores presentes deram as boas-vindas ao presidente e se colocaram à disposição para melhor trabalhar em prol da comunidade. O presidente agradeceu a presença de todos e lembrou a importância de aproximar o legislativo com a comunidade sepeense.

“Nosso objetivo é fortalecer o Poder Legislativo, fomentar a participação popular com informações e conhecimento. Transformar a Câmara de Vereadores na casa de debates com a presença da comunidade, e ainda destacar a fundamental importância do trabalho do vereador e por fim modernizar o sistema da Casa e a relação de interagir com a comunidade”, ressaltou o Presidente.

Ainda durante o ato, foi dada a posse aos vereadores membros das Comissões Permanentes e da Comissão de Ética Parlamentar. Participaram da transferência de cargo os vereadores e ex-presidente Janir Machado, Zilca Camargo, Eto Vargas, Elcio Teixeira, Lauro Ouriques, Maria Silveira e Gilvane Moreira.

O presidente Paulo Nunes contara com o trabalho do advogado Bento Martins junto a assessoria jurídica e com a jornalista Anderson Vargas na assessoria de imprensa. Além da equipe de trabalho que já dentro do quadro de funcionários do Legislativo.

Quem é o novo presidente?

Paulo Getúlio Domingues Nunes tem 35 anos, é cadeirante e está em seu segundo mandato como vereador. Atualmente ocupava o cargo de secretário na Câmara.

Em 2016 foi reeleito com 515 votos e tem um trabalho voltado para as políticas públicas em defesa da inclusão das pessoas com deficiência e a promoção da cultura em diversos segmentos.

Em novembro esteve à frente das atividades que lembraram o Dia das Consciência Negra. Nos bairros da cidade tem uma atuação forte sempre buscando ocupar os espaços públicos levando a música, a integração e ouvindo as demandas dos moradores.

Neste ano, ele foi responsável por articular a aprovação do projeto que regulamentou a atividade dos táxis no município, buscando conversar com a categoria e comunidade através de reuniões e audiência pública. Nunes também aprovou o projeto que cria a Semana da Acessibilidade e Inclusão no município e recentemente tem voltado suas atenções para a pauta dos animais de rua na cidade.

Uma de suas últimas campanhas de inclusão é alertando as pessoas para as calçadas bem cuidadas e alinhadas, diminuindo os riscos para as pessoas cadeirantes, a exemplo do vereador.

 

Comissões Permanentes - 2019

1- Comissão de Constituição, Justiça, Finanças e Orçamento:

Presidente: Zilca F. de Camargo - PDT

Relator: Gilvane Bandeira Moreira - PP

Secretário: Renato Pilar De Rosso - PP

2- Comissão de Educação e Cultura:

Presidente: Luiz Otávio Picada Gazen - PDT

Relator: Werther Vargas Filho - PP

Secretário: Gilvane Bandeira Moreira - PP

3- Comissão de Saúde e Assistência Social:

Presidente: Elcio Aires Teixeira – MDB

Relator: Zilca F. de Camargo - PDT

Secretário: Maria da Silveira - PP

4- Comissão de Agricultura, Pecuária, Meio Ambiente e Defesa do Consumidor:

Presidente: Lauro Ouriques - PPS

Relator: Janir Machado do Nascimento - PP

Secretário: Elcio Aires Teixeira – MDB

5- Comissão de Segurança Pública:

Presidente: Renato Pilar de Rosso - PP

Relator: Werther Vargas Filho - PP

Secretário: Antônio Carlos A. Pinto - MDB

6 - Comissão Temporária de Ética Parlamentar:

Presidente: Janir Machado do Nascimento - PP

Relator: Lauro Ouriques - PPS

Secretário: Maria da Silveira – PP

 

Curta nossa fanpage: Câmara de Vereadores de São Sepé-RS

Site: www.saosepe.rs.leg.br

Vereadores participam de entrega de trator para Patrulha agrícola mecanizada de São Sepé

Representantes do Legislativo sepeense estiveram presentes durante a entrega de mais um equipamento para o trabalho da patrulha agrícola mecanizada de São Sepé. O ato foi realizado no gabinete do Prefeito Léo Girardello durante a manhã da última segunda-feira, 14.

Foi entregue a Associações de Produtores Rurais de São Sepé um trator John Deere 4×4, que deve beneficiar ao menos quatro grupos de agricultores do interior do município. Eles fazem parte da 2ª Microrregião formada pela Associação de Produtores Rurais do Passo dos Souza, São José, Passo dos Freire e Barrondão. O maquinário se soma a outros já entregues em outras oportunidades e dará suporte para produtores da agricultura familiar.

Durante a o ato estiveram presentes os vereadores Eto Vargas, Gilvane Moreira e Renato Rosso. A secretária adjunta de Agricultura, Sinara Ferreira, e o prefeito Léo Girardello conduziram a entrega.

O trator foi entregue pelo Governo do RS ainda em 2018 a partir de emendas parlamentares conjuntas. Membros do executivo e legislativo sepeense atuaram como interlocutores na destinação para o município que recebeu duas unidades. A outra será utilizada pela Secretaria de Obras.

O trator destinado para as associações, foi uma interlocução do vereador Gilvane Moreira junto ao Deputado Federal Afonso Hann. Quanto ao segundo trator – destino às Obras – teve participação do vereador Renato Rosso junto ao Deputado José Otávio Germano.

 

Foto: Imprensa Prefeitura Municipal

 

Câmara fará sessão extraordinária nesta quinta-feira, 17

Ainda em recesso, a Câmara retoma as atividades na manhã de quinta-feira, 17, para votar três projetos de lei na primeira sessão extraordinária do ano. Será também a primeira vez que Paulo Nunes ocupará a presidência no plenário.

Na pauta estão dois projetos de revisão salarial aos poderes Executivo e Legislativo.  A revisão concede a reposição salarial e ao aumento real aos servidores no valor de 3,75%, no qual repassa na forma de revisão inflacionária, ou seja, mantendo os valores normais dos vencimentos. Também será concedido aos servidores de ambos os poderes o aumento real de 0,42%. Para o Poder Legislativo, este aumento não será implementado aos salários dos Vereadores da Casa.

O terceiro Projeto de Lei é o de nº 06/2019, no qual atualiza o valor do Piso Salarial do magistério de São Sepé para o exercício de 2019. O valor que acompanha o Piso do Magistério Nacional passará para R$ 1.406,75 reais, para carga horária de 22 horas semanais, que é traduzida para a carga horária do município.

A sessão está marcada para às 9h, no plenário Gaspar Martins da Câmara Municipal de Vereadores de São Sepé.

Comissão especial se reúne pela primeira vez

A Comissão Especial se reuniu na manhã de quinta-feira, 17, para a escolha do presidente, secretário e do relator que irão comandar a Comissão durante a revisão e atualização da Lei Orgânica do Município e do Regimento Interno da Casa de Leis. A reunião foi realizada na sala da presidência, onde definiram como presidente, o vereador Renato Rosso (PP).

A Lei Orgânica do Município, como o Regimento Interno da Câmara Municipal, com o passar do tempo, têm seus conteúdos defasados, em razão de três situações: alterações constitucionais, decisões do Poder Judiciário e modificações locais, como, por exemplo, a evolução do município e o acúmulo de experiência na aplicação das referidas Leis. O objetivo da Comissão é de modernizar e aprimorar o sistema do regimento da Câmara de Vereadores de São Sepé, além de atualizar a LO.

Além da escolha do presidente, ficou definido por unanimidade as funções entre os membros e a forma da composição da Comissão, no qual a secretária é a vereadora Maria Silveira e o relator o vereador Tavinho Gazen.

O prazo de conclusão do trabalho é estipulado seguindo as disposições do Regimento Interno da Casa.

Presidente da Câmara recebe visita do vice-prefeito de São Sepé

O presidente da Câmara Municipal de São Sepé, vereador Paulo Nunes, recebeu a visita do vice-prefeito do município, Kéio Santos e do atual líder do Governo no legislativo, o vereador Eto Vargas. Na oportunidade, debateram diversos assuntos, dentre eles demandas dos munícipes e projetos de interesse da comunidade.

Para o vice prefeito, a visita sinaliza a disposição de ambos os poderes em dialogar, em prol do desenvolvimento do município de São Sepé. “A cidade, mais do que tudo, precisa que Executivo e Legislativo estejam em harmonia e dispostos a fazer o melhor pela sua população”, comentou.

O chefe do Legislativo aproveitou para dizer que seu gabinete, igualmente, está aberto para receber a todos sempre que necessário, resguardando sempre o interesse da coletividade. “Todos os projetos enviados à Câmara serão analisados e, quando necessário, daremos nossa contribuição sempre no sentido de melhorar. Desejo que nossas indicações e pedidos sejam encaminhados aos setores e, quando possível, atendidos. É um trabalho de via de mão dupla, para que nossa cidade prospere, gerando mais oportunidades para todos. Aqui é uma Casa de debates e ideias sempre em busca de um bem comum, que é servir a população”, finalizou.

Entre os presentes estava o assessor jurídico da casa legislativa o advogado Bento Martins, nome indicado pelo vereador Eto Vargas, que faz parte do acordo proposto pelos vereadores de situação, firmado para a composição da Mesa Diretiva.

Presidente do Legislativo recebe visita da diretoria do SIMUSS

Durante a manhã da última terça-feira, 15, o presidente da Câmara de Vereadores de São Sepé Paulo Nunes recebeu a visita da diretoria do Sindicato dos Municipários de São Sepé – Simuss. O encontro foi na sala da presidência, onde o presidente do Simuss Jorge Teixeira parabenizou o comandante do legislativo pelo novo cargo e destacou as demandas do funcionalismo público municipal. Jorge estava acompanhado do secretário geral Euclides Aires.

Paulo Nunes destacou a importância da boa relação entre os dois órgãos para contribuir com o andamento das demandas do funcionalismo público. “Este estreitamento entre os dois órgãos ajudará na busca de soluções para o funcionalismo municipal de São Sepé”, enfatizou.

Jorge declarou que sempre irá buscar auxilio ao Legislativo e que deve estar presente sempre quando puder. “Viemos aqui hoje para parabenizar o novo presidente e dizer que estaremos sempre o auxiliando no que for preciso”, finaliza.

Vereadores buscam soluções com secretários municipais

Reunião serviu para elencar problemas e soluções que devem ser implantadas no município

 

Em busca de soluções, os Vereadores reuniram-se na manhã de segunda-feira, 11, com um grupo de secretariados da Administração Municipal. Estavam presentes as pastas da Educação, Agricultura e Meio Ambiente, Saúde e Secretária de Obras, além do prefeito em exercício Kéio Santos.

Na primeira parte da reunião, os secretários falaram sobre os Projetos Leis – PL que serão apresentados na próxima Sessão Extraordinária, que será realizada nesta quarta-feira, 13. A diretora do departamento administrativo da Secretaria de Educação Claudia Brum abriu os trabalhos falando sobre os projetos de contratação de funcionários para a Pasta. Dentro dos PL está a contratação de seis professores de Educação infantil, um professor de Inglês e um professor de Português, além de seis atendentes de Creche, um Auxiliar de Serviços Gerais e um Cozinheiro de escola.

Secretaria de Saúde

Representando a Secretaria de Saúde, o secretário adjunto Leoni Martini ponderou sobre a importância da contratação de um Monitor de Apoio para atendimento à crianças, um Atende de Farmácia especializado e de dois Monitores de Oficinas terapêuticas. Martini ainda avaliou o interesse público sobre a contratação de dois Enfermeiros para a Secretaria de Saúde. Ele explanou sobre os problemas que a pasta vem enfrentando, entre eles a recepção com a comunidade na farmácia municipal, no qual segundo ele, as reclamações já estão sendo analisadas e serão tomadas todas as providência necessárias para a melhoria no atendimento.

Outro quesito mencionado por ele, foi sobre a falta de fraldas geriátricas, no qual, a dificuldade está na liberação dos produtos pelo Governo do Estado. Conforme o secretário adjunto, para a demanda das fraldas, o município está arcando com as despesas e a compra de produtos para os mais necessitados, onde desde o mês de novembro de 2018, o Estado não repassa o material. Ainda segundo ele, o Governo do Estado tem uma dívida de dois milhões com o município.

Meio Ambiente

Pela Secretaria de Agricultura e Meio Ambiente, o Secretário Leonardo Leonardi falou sobre a importância da contratação de um Geólogo, onde contribuirá nos estudos e na liberação de cascalheiras para matéria prima para estradas, entre outros trabalhos que serão essências. O cargo é de extrema importância para agilizar a extração da matéria prima.

Todas as contratações para os novos cargos serão realizadas através de processo seletivo simplificado (provas e títulos).

Secretaria de Obras

Na Segunda parte da reunião, o debate foi sobre as demandas da Secretaria de Obras do município. O responsável pelo setor de iluminação da prefeitura abriu o debate com dados e os cronogramas da equipe de trabalho. Segundo Jean Oliveira, no município existem cerca de 3.100 pontos de iluminação, e que até o final do mês de janeiro, mais 180 lâmpadas serão instaladas na av. Idelfonso de Moraes, junto ao viaduto de entrada da cidade. Ele ainda fala sobre o atraso de alguns pedidos da população, no qual, os motivos é devido aos meses de dezembro de 2018 e janeiro deste ano, em que a equipe trabalhou na instalação das luzes de Natal e não pôde prestar os serviços do resto da cidade. Para os vereadores, para este trabalho deveria ter a contratação de uma empresa especializada, assim não prejudicando o trabalho da equipe de iluminação na cidade.

Já o secretário Flavio Ilha falou das dificuldade e dos problemas enfrentados pela pasta. Ele mencionou sobre os maquinários e equipamentos que estão quebrados. Segundo ele, o trabalho está sendo realizado conforme a demanda, mas que está com bastante dificuldade em relação ao cascalho e aos equipamentos que estão sucateados. Ilha falou dos trabalhos que estão sendo realizados no distrito do Tupanci como obras de pontes, bueiros e patrolamento de alguns corredores. “Assim que terminarmos estas obras, partiremos para outras localidades do município”, enfatiza.

O Secretário ressaltou ainda sobre a estrada da RS 149, entre São Sepé e Vila Nova do Sul, em que, segundo ele o Departamento Autônomo de Estradas de Rodagem – DAER tem um projeto de encascalhar toda a extensão da rodovia que é de responsabilidade do órgão estadual. “O projeto está no DAER desde o ano passado, e ficamos na espera desta obra. Nos próximos dias iremos a Porto Alegre buscar soluções para a estrada”, conta.

Os Vereadores questionaram sobre os bairros da cidade que não recebem o patrolamento das ruas há vários meses. Flavio Ilha então ponderou sobre os problemas com maquinários que estão estragados. Segundo ele, a patrola que faz reparo nas ruas esta quebrada há mais de 60 dias. Para ele, a sugestão é de criar uma secretaria urbana, no qual ficaria responsável pelos reparos da zona urbana do município com maquinários específicos, separando interior e urbano.

Ao final da reunião, o vereadores então decidiram criar uma Frente Parlamentar para fiscalizar a Secretaria de Obras, além de indicar ao executivo municipal a criação de uma Secretaria Urbana. Outra indicação dos vereadores é de viabilizar um estudo para a contratação de uma empresa terceirizada para os reparos emergências na área urbana da cidade, no qual é de extrema importância para a população.

Vereadores aprovam oito projetos durante Sessão Extraordinária

Em mais uma Sessão Extraordinária, os Vereadores sepeenses reuniram-se na manhã de quarta-feira, 13, para a apreciação e votação de oito Projetos de Leis – PL. O encontro foi realizado no Plenário Gaspar Martins na Câmara Municipal de Vereadores de São Sepé.

Entre os Projetos apresentados pelo Executivo Municipal está a contratação de cargos para o quadro geral de servidores no Município de São Sepé e a autorização ao Poder Executivo a proceder operação de crédito de R$ 2.000.000,00 (dois milhões de reais) junto ao Banco do Brasil para a aquisição de máquinas, equipamentos e veículos para a administração municipal, Projeto de Lei este, no qual teve a rejeição do Vereador Antônio Carlos Araújo Pinto e aprovado pelos demais Vereadores.

Dentre os PL está a contratação de seis professores de Educação infantil, um professor de Inglês e um professor de Português, além de seis atendentes de Creche, um Auxiliar de Serviços Gerais e um Cozinheiro de escola para a Secretaria de Educação. Outros projetos apresentado e aprovado foram a de contratação de dois Enfermeiros, um Monitor de Apoio para atendimento à crianças, um Atende de Farmácia especializado e de dois Monitores de Oficinas terapêuticas, junto a Secretaria de Saúde.

Para a pasta de Secretaria de Agricultura e Meio Ambiente foi aprovado a contratação de um Geólogo, onde contribuirá nos estudos e na liberação de cascalheiras, entre outros trabalhos que serão essências dentro do município.

Os vereadores aprovaram os projetos com emendas modificativas, exigindo que todas as contratações de cargos sigam as Leis vigentes ou através de processo seletivo simplificado (provas e títulos).

Finalizando a ordem do dia, o Edis aprovaram a Resolução do Legislativo Municipal, que altera e concede Vale Alimentação ao quadro de Servidores Efetivos, CCs, Celetistas Estáveis da Câmara Municipal de Vereadores.

Parlamentares participam do ato de inauguração da nova iluminação no acesso ao município

A nova iluminação no acesso ao município de São Sepé começou a operar na noite do último sábado, 16. Além das alças de acesso ao município, a Av. Marechal Ildefonso de Morais também recebeu novos pontos.

Os vereadores da Câmara de Vereadores de São Sepé se fizeram presente durante o ato. Segundo eles, a obra ampara diversos pedidos feitos pela comunidade em relação aos trechos que estavam as escuras. Eles ainda mencionam as melhorias no trânsito e também na segurança pública.

O projeto é da Prefeitura de São Sepé que no total investiu cerca de R$ 135 mil reais, recursos oriundos da taxa de iluminação pública. Apesar de terem a mesma finalidade – aumentar a segurança e dar mais visibilidade ao trecho – as medidas tiveram diferentes origens. O serviço de instalação de postes com lâmpadas LED nas alças de acesso foi terceirizado. Já a instalação de lâmpadas de vapor de sódio metálico, na Av. Marechal, tiveram o trabalho do setor de Iluminação da Secretaria de Obras.

Outra medida adotada pelo executivo foi a instalação de duas placas com mais de sete metros de largura na base do viaduto, indicado o nome do município em ambos os sentidos da rodovia. Dois letreiros foram instalados nos canteiros centrais.

 

Fonte: Assessoria de Imprensa da Prefeitura Municipal

Comissão de Educação debate reclamações sobre as novas instalações de creche

Após receber diversas reclamações de pais e funcionários envolvendo a creche EMEI Zeferina de Almeida Lopes (extensão), a Comissão de Educação da Câmara de Vereadores reuniu-se com demais vereadores para debater e achar soluções para os problemas.

Os Parlamentares receberam reclamações quanto ao tamanho do espaço para as crianças e problemas de infraestrutura. Durante a reunião foi questionado a estrutura e os termos de segurança como o Plano de Prevenção e Proteção Contra Incêndio – PPCI. Segundo o Líder de Governo, todas as questões de segurança já está sendo realizada, esperando somente a vistoria do Corpo de Bombeiros.

Outro ponto debatido pelos Vereadores, foi novos espaços para as crianças. Segundo eles, algumas escolas Estaduais estão com poucos alunos, tendo salas de aulas osseosas, no qual, poderia ser feito uma fusão de alunos, assim liberando o prédio para a instalação de uma creche.

Durante a reunião, ficou definido que a Presidência da Casa enviará um documento a Secretaria Municipal de Educação, apresentando soluções para os problemas e se colocando à disposição na busca de parceria junto ao Estado do Rio Grande do Sul. Além de convidar um representante da 8ª Coordenadoria Regional de Educação para discutir a gestão e políticas de Educação do Estado.

Após a reunião, vereadores representantes da Comissão de Educação estiveram na creche EMEI Zeferina de Almeida Lopes (extensão), e observaram que o local precisa de melhorias, mas que segundo a diretora da escola, todos os problemas estão sendo resolvidos.

Ações do documento